domingo, 30 de setembro de 2012

Não deixe de ler essa linda "Oração do Matuto"


O sábio privilegia o silêncio, ciente de que as palavras são geradoras de equívocos…

(Simples-mente)
[Emílio Miranda]

Trilogia do cotidiano


No momento em que o Brasil vive suas eleições municipais, transcrevo, apenas transcrevo do livro intitulado Trilogia do cotidiano, 2003, do escritor potiguar de Macaíba chamado *Valério Mesquita (figura de minha admiração e simpatia), uma crônica intitulada A arte de administrar, que diz assim:

"Já se falou que administrar um Município, um Estado ou uma empresa é uma arte. Exige tempo e dedicação exclusiva. O administrador municipal, por exemplo, não pode advogar ou lecionar e ser Prefeito ao mesmo tempo. Não pode exercer a profissão de médico, aviando receitas nos postos de saúde afora e, ao mesmo tempo, administrar o Município, porque fatalmente irá se descurar ou descuidar das atividades fundamentais e ecléticas que são exigentes, intransferíveis e multifacetárias. Quem assim o fizer, é porque não sabe ser prefeito e só aprendeu a profissão pela qual se formou.

Hoje em dia, a escolha dos agentes políticos para gerir um Município está desvirtuada e entregue ao sabor da moeda eleitoral e pela falta de conscientização do eleitorado em conhecer melhor os candidatos. Não há avaliação. Não se compara mais, antes de escolher o melhor.

É por isso que as pessoas despreparadas e incipientes ganham prefeituras e depois não sabem o que fazer com elas. Substabelecem o Poder. Transferem regalias a outras, descompromissadas com o povo e o destino do município. A experiência administrativa é uma condição indispensável para se votar em um candidato. Não é o discurso que revela o melhor candidato. Não é a profissão que expressa o melhor administrador. Mas, a sua experiência, o seu currículo, a sua formação cultural e o seu grau de responsabilidade.

Passei a adquirir hoje uma visão panorâmica de como se administra ruim dezenas de municípios e quanto desperdício e falcatrua se comete em seu nome. Trata-se de uma visualização assombrosa e quase irremediável, porque as penalidades impostas elas leis complementares, a lei orgânica do TCE e toda legislação substantiva pertinente não curam o malefício, que parece arraigado às entranhas como um bacilo resistente a todos os antibióticos.

E qual a saída para esse dolorido impasse? Bom, as leis estão aí. O Ministério Público e os julgadores, idem. O problema está no povo, no eleitor que vota mal, escolhe péssimo e infelizmente é obrigado a passar pela purgação do erro. É como o mosquito da dengue. Nem só o inseticida pode erradicá-lo, mas é preciso que o povo colabore e entre na luta. É melhor prevenir do que remediar.

Por outro lado, há um outro fato na relação político-administrativa digno de consideração: o Poder Legislativo. Mesmo quando o Município prospera em todos os seus segmentos é justo que deva existir, mesmo assim, o contraditório, a Oposição para dosar a estabilidade democrática, equilibrar o jogo do poder porque toda unanimidade é burra, como já disse o escritor Nelson Rodrigues. No Município em que a Prefeitura claudica, erra e a Câmara, amordaçada, consente e compactua com as irregularidades, tal convivência inspira cuidados. O povo e o Município - e somente eles, são os grandes prejudicados pela conduta aética e amoral dos seus agentes políticos. Por isso é que no Rio Grande do Norte há tantos artistas e arteiros que subvertem a verdadeira arte de administrar."

*Ex-prefeito de Macaíba, deputado estadual em quatro legislatura,  Membro efetivo da Academia Norte-Rio-grandense de Letras, presidente do Tribunal de Contas do Estado-RN.




A vida é tão generosa que não condena ninguém concedendo a todos a morte…
(Simples-mente)
[Emílio Miranda]
A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente.

Florbela Espanca, poetisa portuguesa do século XX

Hebe Camargo

Tudo o que nasce deve morrer, passando pela natureza em direção à eternidade.

 William Shakespeare


Edição de domingo, 30 de setembro de 2012 
Discografia potiguar
Em tempos de internet e difusão em massa a baixo custo, músicos do RN falam sobre a distribuição de suas obras
Sergio Vilar
Sergiovilar.rn@dabr.com.br


Foto: Joelson Miranda/CB/D.A Press
Lojas de vinis já foram points de encontros da rapaziada nas décadas de 70 e 80 em Natal. Algumas marcaram época. Whiplash e Apple eram antros undergrounds dos mais badalados. O advento dos CDs coincidiu com o fim de algumas lojas e o costume dos encontros para fumar e discutir música. Sobraram algumas até pouco tempo. Na verdade muitas ainda estão aí, mas sumiram das ruas. E o truque mágico se chama Web. É ela quem explica também uma contradição: mesmo sem CDs à venda em lojas especializadas nunca se consumiu tanta música no Brasil.

Apenas nos últimos três meses, quatro dos artistas mais conhecidos de Natal lançaram discos. Simona Talma, Luiz Gadelha, Liz Rosa e, por último, Khrystal. Onde encontrar esse material? Hoje a disponibilidade está dispersa. Tanto quanto as estratégias de divulgação. Shows, iTunes, myspace (ou outra forma de download gratuito na internet), webrádios, cigarreiras ou pontos de venda os mais variados possíveis reúnem o acervo da música potiguar. Sinal do tempo. E o tempo é virtual. É a explicação para o consumo recorde de música quando a indústria fonográfica vive em crise.

A internet tem equiparado mais a distância abissal entre o artista contratado das grandes gravadores e o artista independente. Se o primeiro recebe a estrutura de marketing e divulgação maciça do seu disco físico pela gravadora, o último sem dinheiro para bancar a gravação e divulgação na mídia, disponibiliza de graça na internet e alcança consumidor até no estrangeiro. Os quatro discos citados contam histórias diferentes. Simona e Gadelha colocaram seus álbuns na internet. Khrystal bancou o disco físico com dinheiro próprio. E Liz Rosa conseguiu apoio da Sony para seu trabalho. 

Fonte: Diário de Natal

Desafios de Parnamirim e compromissos dos candidatos

Publicação: 30 de Setembro de 2012 às 00:00

Terceiro maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte, a cidade de Parnamirim 164.975 eleitores. Um crescimento de 7% se comparado com o pleito eleitoral de 2010. Inserido na região da Grande Natal, o município tem  214mil habitantes.
Júnior SantosEducação e desafios do municípios: candidatos do terceiro maior colégio eleitoral do RN apresentam suas propostasEducação e desafios do municípios: candidatos do terceiro maior colégio eleitoral do RN apresentam suas propostas

Nesse pleito municipal quatro candidatos disputam a Prefeitura. O prefeito Maurício Marques é candidato a reeleição pelo PDT. Ele integra a coligação "Vitória da Continuidade", onde estão PRB, PDT ,PT,PMDB, PPS, PSDC, PRTB , PHS ,PMN , PSB ,PRP , PPL , PSD , PC do B , PT do B . O gestor tem como candidata a vice a vereadora Lucinha Tiago (PSD).

O deputado estadual Gilson Moura disputa a Prefeitura pelo PV. Ele é da coligação "Muda Parnamirim", integrada pelos partidos PP , PTB , PSC , PR , DEM , PTC , PV , PSDB , PTN  e tem como vice o atual vice-prefeito Epifânio Bezerra (PR).

José Walter Xavier, conhecido como Camarada Leto, é candidato a prefeito pelo PCB, em chapa puro sangue. Também sem compor coligação, disputa a Prefeitura de Parnamirim João Batista Terto de Holanda, conhecido como Tita Holanda, do PSOL.

No caso de Gilson Moura essa é a terceira vez que ele tenta chegar a Prefeitura Municipal. Na primeira vez entrou na disputa contra o hoje deputado estadual Agnelo Alves. Depois enfrentou nas urnas Maurício Marques, seu atual opositor.

Entre os apoiadores, Moura tem o deputado federal João Maia, os senadores José Agripino Maia e Paulo Davim e os deputados federais Paulo Wagner e Felipe Maia.

No palanque de Gilson Moura está exposto um racha da base do prefeito Maurício Marques. O candidato a vice de Moura, Epifânio Bezerra (PR), é o atual vice-prefeito da gestão. No período pré-eleitoral, o político do PR ainda ensaiou uma candidatura a prefeito, mas terminou por se aliar a coligação do PV.

Já o atual prefeito, depois de ter sido vice-prefeito no segundo mandato de Agnelo Alves (PDT), hoje deputado estadual, e de estar no primeiro mandato como gestor, tenta a reeleição. No palanque dele estão o vice-governador Robinson Faria, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, o ministro da Previdência Garibaldi Filho e o deputado estadual Agnelo Alves.

A candidata a vice na chapa de Maurício Marques é a vereadora Lúcia Tiago (PSD). Prestes a encerrar seu primeiro mandato no Legislativo parnamirinense, Lucinha, como é conhecida pela população, busca um novo projeto, aliada do atual gestor municipal.

Outro candidato a prefeito de Parnamirim é o professor João Batista Terto de Holanda, conhecido como professor Tita Holanda, que entrou no pleito para representar o PSOL. Em uma chapa "puro sangue", o candidato a vice é Cleber Anacleto da Silva.

AusênciaO candidato a prefeito de Parnamirim pelo Partido Verde, o deputado estadual Gilson Moura, foi convidado a participar da sabatina da TRIBUNA DO NORTE. No dia 8 de setembro ele chegou a confirmar a gravação da entrevista para as 14h. No dia agendado, através da assessoria, ele desmarcou a entrevista e agendou para o dia 10 de setembro, às 14h30. Poucas horas antes do agendado, a assessoria voltou a telefonar para reportagem e desmarcou a entrevista.

O novo dia ficou sendo 11 de setembro às 14h30. Novamente Gilson Moura desmarcou.

Na última segunda-feira, a TRIBUNA DO NORTE entregou ofício na sede da coordenação de campanha do deputado estadual Gilson Moura. Foram oferecidos dois dias com diversos horários distintos para que ele pudesse fazer a gravação e participar da sabatina. No entanto, o candidato não respondeu.

Pelo reiterado cancelamento das entrevistas, os quais foram alertados ao candidato de que não haveria como remarcar pela terceira vez, a TRIBUNA DO NORTE exibe apenas as sabatinas com o prefeito Maurício Marques e o candidato Tita Holanda.

O quarto prefeitável da cidade é o Camarda Leto, do PCB. No entanto, foi usado o critério de convidar apenas os candidatos cujos partidos têm representação na Câmara dos Deputados, por isso, o PCB não participou da sabatina.

Maurício Marques • PDT

Júnior SantosMaurício Marques, candidato do PDTMaurício Marques, candidato do PDT

Desafios do município 
"Parnamirim hoje cresce com 6 mil habitantes por ano. Isso nos dá uma responsabilidade de ter uma cidade em desenvolvimento para acompanhar a população e o seu crescimento com ações. E as ações que vamos implementar é, principalmente, completar a obra do século. Vamos concluir a obra de saneamento básico que oferece melhor qualidade de vida. Estamos aumentando a população nessa proporção e são necessárias ações voltadas para educação, formação do cidadão do amanhã. Então, com tudo isso, temos um compromisso sério de dar continuidade a 11 anos de um governo que veio para acompanhar o crescimento da cidade. Vamos investir fortemente em educação, em saúde. Vamos pavimentar mais 450 mil metros quadrados de pavimentação, asfalto e paralelepípedo. Isso significa dizer que há um compromisso, um projeto. Eu costumo dizer que não são promessas, são projetos para que a cidade fique 100% drenada e pavimentada. É um compromisso que nós vamos cumprir.  Tem também a questão da habitação. Nós, nesses três anos e poucos meses, tínhamos o compromisso de entregar a população menos favorecida 1.200 unidades habitacionais. Estamos entregando 3.728. Mas independente do processo eleitoral, já temos asseguradas mais 2.600 unidades. Isso é a previsão para o crescimento, para que nós possamos erradicar o déficit habitacional que temos em Parnamrim. Temos dito a pessoas mais próximas, a população. Isso tudo que apresento não são promessas. São compromissos de que nós vamos fazer e continuar o que já fizemos até agora." 

EDUCAÇÃO
"Aqueles opositores estão desinformados. O melhor Ideb do Rio Grande do Norte fica em Parnamirim, na Escola Nossa Senhora da Guia. Mas eu entendo, eles (os opositores) não residem em Parnamirm, não convivem com seu povo, não acompanham a evolução do seu povo. Construímos seis novas escolas, cinco novos centros infantis. E hoje temos 26 escolas municipais e 18 centros infantis. Todos os alunos têm farda, livro, merenda e transporte. Se nós temos o melhor Ideb e eles não sabem. Temos também que fazer jus a quem faz com que sejamos os melhores. Implantamos o Piso Nacional de 1.451, que é para quem trabalha 40 horas, mas em Parnamirm só se trabalha 30 horas, mas eu mantive o mesmo valor do piso de R$ 1.451."



Tita Holanda• PSOL
Júnior SantosTita Holanda, candidato pelo PSOL à prefeitura de ParnamirimTita Holanda, candidato pelo PSOL à prefeitura de Parnamirim

Desafios do município 
"O desafio é grande demais. A falta de políticas públicas durante muitos anos em Parnamirim transformou a cidade em uma área de refugiado, um campo de refugiado. É impressionante o que está acontecendo em Parnamirim. Precisamos criar um conjunto de políticas públicas que transformem Parnamirim, de fato, numa cidade. Esse é o grande desafio. É um desafio importante porque quem conseguir dar resposta positiva ao que está acontecendo nessa cidade ele se credencia a assumir qualquer cargo político nessa nação, inclusive, sem exagerar, de presidente da República. Parnamirim, de fato, se torna uma posição estratégica para quem quer assumir uma posição no Estado e no país. Parnamirm é um mini laboratório. Tudo que você imaginar que ocorre no Brasil, ocorre em Parnamirm em uma área pequena. É um desafio e, ao mesmo tempo, um privilégio você desenvolver um conjunto de políticas públicas para o que acontece na minha cidade. Eu nasci e me criei na cidade e não pode continuar assim. Minhas filhas nasceram lá. Precisamos responder positivamente, criar conjunto de política que consiga atender e responder positivamente as demandas da nossa cidade."

EDUCAÇÃO
"Sou professor há 30 anos, essa é minha praia. O problema mais grave de Parnamirim é educação. Se fizer pesquisa verá que a população responde que o maior problema da cidade é segurança, mas é mesmo educação. Estou absolutamente certo disso. está a resposta no Ideb. Na última gestão houve regressão no índice. O Ministério da Educação investigou 55 escolas em Parnamirim, 12 tiveram índice menor que em 2009. Veja que tivemos regressão em 12 escolas. Somente uma escola que teve índice interessante, mas ainda assim é 6,7. Evidente que está acima da meta do Minsitério da Educação, mas a meta do MEC é tímida, que exige hoje 4,1 para o ensino fundamental 1 e 3,2 para o ensino fundamental 2. Vamos inovar na área de educação. É importante transformar a escola Santos Dumont em Escola da Aeronáutica. Vamos transformar numa escola para militar da aeronáutica. Criar o ensino médio municipal. Vamos fazer o ensino fundamental 1 e 2 de ponta. Temos que dar continuidade a qualidade da educação por isso vamos criar o ensino médio municipal e vamos cobrar do aluno".

Fonte: Tribuna do Norte

sábado, 29 de setembro de 2012


Se eu amanhã me calar, não estranhem: esvaí-me num qualquer lugar, como uma gota de água em busca do mar. 

(Simples-mente)
[Emílio Miranda]

De Mané Beradeiro



Hebe chegando ao céu e Pedro pergunta:
- Donde vens?
- Gracinha de barba esta sua! Venho do Brasil
- Que fazias por lá?
- Passei a vida fazendo PROGRAMAS
- Entre filha, meu quarto é logo ali na terceira rua à esquerda.

Mané Beradeiro



Se eu cair, Deus me levanta

"Quero me encantar mais vezes. Admirar mais vezes. Compartilhar mais amor. Dançar com a vida com mais leveza, sem medo de pisarmos nos pés uma da outra. Quero fazer o meu coração arrepiar mais frequentemente de ternura diante de cada beleza revista ou inaugurada. Quero sair por aí de mãos dadas com a criança que me habita, sem tanta pressa. Brincar com ela mais amiúde. Fazer arte. Aprender com Deus a desenhar coisas bonitas no mundo. Colorir a minha vida com os tons mais contentes da minha caixa de lápis de cor. Devolver um brilho maior aos olhos, aos dias, aos sonhos, mesmo àqueles muito antigos, que, apesar do tempo, souberam conservar o seu viço. Quero sintonizar a minha frequência com a música da delicadeza. Do entusiasmo. Da fé. Da generosidade. Das trocas afetivas. Das alegrias que começam a florir dentro da gente."

De: O poder da oração    

‎"Violar um princípio é muito mais grave que transgredir uma norma qualquer. A desatenção ao princípio implica ofensa não apenas a um específico mandamento obrigatório mas a todo o sistema de comandos. É a mais grave forma de ilegalidade ou inconstitucionalidade, conforme o escalão do princípio atingido, porque representa insurgência contra todo o sistema, subversão de seus valores fundamentais, contumélia irremissível a seu arcabouço lógico e corrosão de sua estrutura mestra."

( Bandeira de Mello – Jurista Brasileiro)

REDERREDINHA



Praia da Redinha, Natal-RN


Vai um peixe frito com tapioca?
Um cheiro de dendê de mercado?
De cachaça chegada ao copo?
De caju cortado ao prato?
Uma cavala branca no Pé do Gavião?

Serigoela, mangaba, cajá
Cheiro de quê?
De amor?
Cheiro de mar?

Redinha do Gajeiro
Da folia do carnaval
Dos paquetes chegando
Praieiras

Quantos amores
Quantos encantos
e cantos
a Redinha cantou?

Sonho de casamento na capelinha branca
alto da duna
Benção
da Mãezinha dos Navegantes!

Redinha de ginga
palhas de coqueirais
velas, cabelos ao vento
Brisa

Ranger de areia fina
no passodescalço
de pastorinhas em fandangos
e bumbas-meu-boi.

Sonopreguiça
Rederredinha
Natal!


(Eduardo Alexandre)

Natal pode ganhar ônibus turístico
Empresa baiana que trazer veículos de dois andares para realizar itinerário em pontos turísticos
Sérgio Henrique Santos
sergiohenrique.rn@dabr.com.br


Em breve, Natal terá ônibus de dois andares circulando pelos principais pontos turísticos da capital. O serviço é chamado de sightseeing, ou em bom português "excursão", e será oferecido pela empresa Salvador Bahia Bus, que conta com seis veículos double decker ("dois andares") fazendo esse tipo de serviço na capital baiana. A empresa já começou a sondar itinerários, pontos turísticos e a viabilidade do negócio. Resta a contrapartida do poder público. As negociações tanto em Natal quanto no Recife (PE) acontecerão após o período eleitoral, junto às secretarias municipais de turismo, no nosso caso a Seturde.


Empresa aguarda definição eleitoral para fazer proposta. Passeios custariam cerca de R$ 40 por até 24h de serviço. Foto: Zuleika de Sousa/CB/D.A Press
"Nós estamos tentando levar o serviço para Natal. Existe a possibilidade sim, estamos aguardando o resultado das eleições municipais para poder fazer todos os contatos políticos possíveis", afirmou Lucas Benzota, um dos diretores da Salvador Bahia Bus. Ele disse que os ônibus contarão com todo conforto e comodidade para que os visitantes que chegam à capital potiguar possam conferir belezas como as praias de Ponta Negra, Via Costeira, dos Artistas e o Forte dos Reis Magos, apenas para citar alguns exemplos. Os veículos também poderão equipados com sistema de sonorização e tradução em três idiomas: inglês, espanhol e francês, oportunamente para atender à demanda de visitantes de outros países, por sinal, cada vez mais raros em solo natalense.

Lucas Benzota ainda comentou que o interesse da empresa é levar o serviço não apenas a Natal, mas também a outras capitais nordestinas. "A instalação do serviço seria feito pela iniciativa privada com autorizações legais do município", ressaltou. "Em Salvador temos um sistema de transporte turístico. Com uma pulseira ticket o turista pode participar de um dia inteiro nas rotas turísticas de Salvador. Em Natal seria de uma forma semelhante. Fizemos o que chamamos de levantamento operacional. Agora estamos esperando apenas a campanha passar para começar as negociações".

Modelo
O serviço funciona nos mesmos moldes que jáexistem em outras cidades do mundo, Paris, Londres e Nova York. "É um bom serviço, visto nas principais cidades turísticas do mundo", diz o diretor Lucas Benzota. Segundo ele, o andar de cima, ao ar livre, é panorâmico e o espaço mais disputado pelos turistas. Eles poderão sair e voltar ao ônibus quantas vezes quiserem durante 24 horas. Os preços em Natal e Recife deverão ficar na faixa de R$ 40, por pessoa, para um percurso de aproximadamente duas horas. O secretário municipal de turismo, Murilo Barros Júnior, foi procurado para comentar a viabilidade, mas não atendeu aos telefonemas da reportagem. 

Fonte. Diário de Natal


O homem pode por fim à sua vida, mas não à sua imortalidade.

Milan Kundera

PROGRAMA ROTA NORDESTE


Para mulher que beijou Serra, fama vai ajudá-la a encontrar namorado

DO "AGORA"
DA FOLHA.COM
Um dia após ter dado dois beijos na boca do candidato a prefeito José Serra (PSDB), a vendedora Talita Coelho, 23, diz que não se arrepende do que fez e que deseja que a fama momentânea a ajude a encontrar um namorado.

"Espero que, com essas fotos, apareçam vários pretendentes", diz a vendedora.

Solteira, ela mora no Itaim Paulista, na zona leste. Há um ano, trabalha em uma loja de roupas masculinas na rua José Paulino, no Bom Retiro (região central). Anteontem, ao saber que Serra visitava a rua, resolveu ousar e beijá-lo.

"Eu acho que ele gostou; ele até fechou os olhos", afirma. Ela diz que agiu de forma espontânea e que ninguém a induziu a beijá-lo. Toda a família sempre votou no candidato tucano, afirma.


Anita Caffé: a cafeteria da livraria Nobel da Salgado Filho

Loja foi inaugurada no mês de novembro de dispõe de espaço cultural
Fotos: Rogério Vital / Deguste
A livraria Nobel, localizada na avenida Salgado Filho, conta com um grande diferencial. A loja dispõe dos excelentes serviços prestados pela Anita Caffé. A cafeteria pertence às empresárias Lígia Dantas e Luciana Varella e foi inaugurada no dia 5 de novembro, promovendo mais charme e comodidade aos clientes da livraria.

 
Lígia Dantas explica que a Nobel pertence ao primo Aluísio Azevedo Junior e, desde que ele começou a montar a loja falava da necessidade de se ter um ambiente gourmet. “Foi então que tivemos a ideia abrir uma cafeteria. Luciana e eu começamos a planejar e decidimos entrar na sociedade”, revela.

Luciana Varella e Lígia Dantas são sócias na Anita Caffé

As duas empresárias trabalharam no setor imobiliário e, claro, têm afinidade com os negócios. A partir daí, elas começaram a procurar por produtos de qualidade. Lígia Dantas lembra que costumava consumir produtos da mineira Regina Lúcia Simões. As duas têm filhos que são amigos e facilmente firmaram parceria para o Anita Caffé.

  
“Ela topou nos fornecer pães de queijo e algumas tortas. Então, podemos dizer que tempos produtos legitimamente preparados à moda mineira”, brinca Lígia Dantas. Luciana Varella ressalta ainda a coxinha de creme, uma das delícias da cafeteria e pouco encontrada no mercado natalense.

Coxinha de frango é preparada com um creme especial e se torna um diferencial da casa

Anita Caffé tem 12 tipos de cafés, incluindo os gelados, sorvete e licor de chocolate. Aos sábados a loja participa de um espaço cultural, com apresentações artísticas de MPB, sempre a partir das 17h. O nome da cafeteria, explica Lígia Dantas, é uma homenagem a tia dela que se chamava Anita e frequentava muitas livrarias.

Cafeteria dispõe de várias opções de tortas. A de limão, destaque nesta foto, é sucesso.

Anita Caffé
Avenida Salgado Filho, 1782
Tirol – Natal/RN
Fone: (84) 2226-1940

sexta-feira, 28 de setembro de 2012


Hermano Morais: “Vamos para o segundo turno para vencer a eleição em Natal”

Data: 28 setembro 2012 - Hora: 19:27 - Por: Ciro Marques
A verdade é uma só nas pesquisas de intenção de voto divulgadas durante a campanha, independentemente qual tenha sido o instituto responsável por ela: Hermano Morais, do PMDB, é o candidato que mais cresce e Carlos Eduardo Alves, do PDT, tem sofrido seguidas quedas. Bom, pelo menos é essa a verdade que o peemedebista apontou em entrevista aO Jornal de Hoje, para repercutir as declarações dos adversários Fernando Mineiro, do PT, e Rogério Marinho, do PSDB. Ambos disseram que vão ultrapassá-lo nesta reta final de campanha eleitoral e ir para o segundo turno contra o pedetista.
“A nossa campanha, em todas as pesquisas, é a que tem maior crescimento, enquanto nosso principal adversário (Carlos Eduardo) tem sofrido seguidas reduções”, avaliou Hermano Morais, acrescentando que isso, quem diz, “não sou eu, são os vários especialistas que tem acompanhado a campanha eleitoral em Natal”.
Dessa forma, inclusive, Hermano Morais acredita não só que vai prolongar a disputa eleitoral em Natal para além do dia 7 de outubro (dia de votação do primeiro turno). “Vamos para o segundo turno para vencer as eleições para implantar um projeto de governo que será o melhor para Natal, com o apoio político e administrativo que ajudaram a melhorar a vida do natalense”, previu Hermano, se referindo a articulação para conseguir recursos que pode ser feita com a atuação dos lideres peemedebistas Henrique Eduardo Alves, deputado federal, e Garibaldi Alves Filho, ministro da Previdência Social.
“Teremos recursos do Governo Federal para os projetos que são de grande importância para Natal, assim como teremos também parcerias com o Governo Estadual e com as empresas privadas, através de parcerias público-privadas. Nós vamos governar Natal a partir de primeiro de janeiro com uma administração moderna e sem desperdício de recursos públicos”, explicou, fazendo referência aos processos que Carlos Eduardo Alves reponde no Tribunal de Contas da União por suposto dano ao erário na época em que foi secretário de Estado, Justiça e Cidadania (Sejuc), em 1999.
E não foi só. Ressaltando a condição “ficha limpa”, que é constantemente utilizada em sua propaganda eleitoral, Hermano Morais apontou: “A população está ciente que Natal não pode repetir os mesmos erros do passado. Nosso adversário (Carlos Eduardo) e sua vice (Wilma de Faria, ex-prefeita e ex-governadora) já tiveram cinco vezes a oportunidade de governar Natal e não resolveram os problemas que ainda encontramos hoje, mas deixaram muitos processos e escândalos que respondem”.
Por sinal, as críticas a gestão a Carlos Eduardo foram o norte do comentário de Hermano Morais, que preferiu não entrar em uma discussão com os demais adversários, nem avaliar as declarações de Rogério Marinho e Fernando Mineiro. “Pesquisa tem para todo gosto, mas todo mundo está vendo que continuo me aproximando de Carlos Eduardo. Tanto é assim que ele até em um gesto de desespero tentou, através de seu marketing, manipular números de pesquisa, falseando a verdade”, comentou o candidato do PMDB, se referindo a condenação o ex-prefeito sofreu na Justiça Eleitoral (perda de minutos na propaganda gratuita e multa) por utilizar em seu programa números de pesquisas eleitorais que mostravam apenas de votos validos, dando a imprensão de haver uma distância bem maior entre Carlos Eduardo Alves e Hermano Morais.
Assim como os adversários, porém, Hermano assumiu que tem aprendido bastante com a experiência de ser pela primeira vez candidato a prefeito de Natal. “Nós preparamos muito para essa campanha, inclusive com a elaboração de um plano de governo que está sendo aprimorado a cada dia, com a participação popular, do que ouvimos nos bairros, nas comunidades. A experiência de Garibaldi tem sido fundamental nesse processo, assim como o vice, Osório Jácome (PSC), que é um político experiente, pastor, e que contribui muito para nossa campanha”.
Fonte. O jornal de Hoje

'O AMIGO DA ONÇA'


Natal antiga

Avenida Deodoro


Cada dia é um recomeço
Então, porquê a surpresa?
Porquê a resistência à ideia?
Recomeço é oportunidade.
Recomece fazendo. Não se limite a tentar.
Quem tenta apenas ensaia…

(Simples-mente)
[Emílio Miranda]

É bom que saibamos
Que a noite chega de mansinho
Para que não nos surpreendam
As sombras silenciosas…

(Simples-mente)
[Emílio Miranda]



O amor é um modo de viver e de sentir. É um ponto de vista um pouco mais elevado, um pouco mais largo; nele descobrimos o infinito e horizontes sem limites. 

Gustave Flaubert

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


Morre Ted Boy Marino, astro da Luta Livre no Brasil

Ele estava com 72 anos e não resistiu a uma cirurgia

Morreu no início da noite desta quinta-feira, aos 72 anos, Ted Boy Marino, um dos maiores astros da Luta Livre no Brasil.

Ele estava internado no Hospital Pró-Cardiaco no bairro de Botafogo, zona sul doRio de Janeiro, sendo submetido a uma operação de emergência por conta de uma trombose.

Após nove horas de cirurgia ele teve uma parada cardíaca e não conseguiu ser reanimado.

Torcedor fanático do Fluminense, Ted Boy Marino era italiano da Calábria, e estava aposentado, morando no bairro do Leme, zona sul do Rio. Era casado com Helena Costa e deixa três filhos: Fernando, Ted e Tiago.

Clique aqui e relembre a história de outro grande lutador brasileiro

Foto: Portal Terceiro Tempo


Clique aqui e veja a página de Ted Boy Marino na seção "Que Fim Levou?"
27/09/2012 19:40

Fonte: Bol

Não grites nenhum tipo de revolta
Nem a que sentes pelo esquecimento da inocência;
Todo o grito afasta o silêncio
Onde a esperança espreita a lembrança…

(Simples-mente)
[Emílio Miranda]

Arnóbio Abreu


"O passado é o Presente-Futuro... Vamos Assu, é só votar e confirmar... Arnóbio Abreu 15.222!!"


De Volta ao Passado Natalense

Foto: Dijah Abreu Jr
Os antigos casarões da Ribeira e Cidade Alta foram destaques nas lentes do jovem Dijah Abreu Junior, que fez um passeio visual na arquitetura do passado.

Jovem arquiteto Dijah Jr faz sua primeira exposição fotográfica destacando os antigos prédios de Natal

Resgatar os traços do passado com uma visão contemporânea é o que propõe o fotógrafo Dijah Abreu Junior com a exposição fotográfica “Luz em Natal de Ontem”, que acontecerá no Solar Bela Vista até o final de outubro. O lançamento da exposição será nessa sexta-feira, dia 21 de setembro, com um coquetel a partir das 18h30.

Segundo Dijah Junior, o interesse pela fotografia foi despertado ainda na faculdade de Arquitetura, quando ele fazia maquetes eletrônicas e viu a necessidade de melhorar sua técnica em composição e iluminação. “E quanto mais eu produzia fotos, mais eu me sentia gratificado e me senti impelido a pesquisar mais sobre fotografia”, disse.

A exposição fotográfica “Luz em Natal de Ontem” deveria ter sido apresentada durante as comemorações pelo Dia Mundial da Fotografia, em agosto passado, em paralelo ao evento Foto Riografia do Norte, realizado pela Associação Potiguar de Fotografia – Aphoto. Porém, um problema de saúde impediu ao fotógrafo/arquiteto de expor suas fotos naquela ocasião.

Como arquiteto, Dijah Abreu Junior explora o estilo de época, buscando focar os detalhes de antigas edificações. Como fotógrafo, ele busca dá destaque às linhas diagonais presente nas formas arquitetônicas das fachadas dos prédios como o próprio Solar Bela Vista, além de outros exemplares arquitetônicos antigos da Ribeira e Cidade Alta.

SERVIÇO
“Luz em Natal de Ontem”
Exposição Fotográfica de Dijah Abreu Junior
Coquetel de Abertura
Dia | 21 de set (sexta-feira)
Hora | 18h30
Local | Solar Bela Vista

ASSÚFOLIA, O MAIOR CARNAVAL FORA DE ÉPOCA DO INTERIOR POTIGUAR


Clique na imagem.

Assú é confirmada como sede da Taça Brasil de Futsal Feminino

A cidade de Assú, a 207 quilômetros de Natal, foi confirmada como sede da 21ª edição da Taça Brasil de Futsal Adulto Feminino da 1ª Divisão. O torneio está marcado para o período de 15 a 21 de outubro e será realizado no ginásio poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu. Nove equipes disputarão a competição promovida pela Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), sendo duas do Rio Grande do Norte: Alecrim e Carnaubais, considerada a anfitriã. No grupo P1, além do Alecrim, estão Jataí (GO), Fênix (RO), Fluminense (RJ) e Servicar (PB). A chave P2 tem UJACS Rodobeck (BA), Náutico (PE), A.D. Beneficente da Energisa (SE) e o Carnaubais.
fonte:G1.com

Sei dos teus novos amores  Tudo timtim por timtim;  Dizes, que tal... e que não;  Eu sei, que tal... e que sim.  Sei que déste aos teus...