terça-feira, 18 de março de 2014

Natal é considerada em situação de alerta da dengue pelo Ministério da Saúde


Publicação: 18 de Março de 2014 

Natal é uma das 13 capitais brasileiras consideradas em situação de alerta da dengue pelo Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) por apresentar larvas do mosquito em 1% e 3,9% dos imóveis pesquisados. O balanço foi divulgado nesta terça-feira (18) pelo Ministério da Saúde.

Em todo o país, o número de casos de dengue no primeiro bimestre de 2014 teve queda de 80% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e fevereiro, o ministério registrou 87 mil notificações da doença, contra 427 mil nos mesmos meses de 2013. Também foi observada queda em relação às ocorrências graves (84%) e óbitos (95).

O LIRAa foi realizado em 1.459 municípios brasileiros e mostrou que 321 cidades estão em situação de risco, 725 em alerta e 413 em situação considerada satisfatória. Para o ministro Arthur Chioro, apesar da redução nos números da dengue, é preciso manter ações de prevenção. "Nós não podemos baixar a guarda. Não é porque estamos conseguindo, ainda que parcialmente, um excelente resultado em relação à dengue que deixaremos de nos preocupar nos próximos meses ou anos", disse.

Todas as regiões do país reduziram o número de casos no primeiro bimestre de 2014. A região Sudeste obteve a maior redução, passou de 232,5 mil notificações em 2013 para 36,9 mil este ano. Em segundo lugar está o Centro-Oeste, que passou de 122,8 mil (2013) registros para 28,2 mil (2014); seguido do Nordeste, que teve queda de 29,6 mil (2013) para 7,9 mil (2014); Norte, de 22,3 mil (2013) para 6,9 mil (2014) e Sul, de 20,3 mil (2013) para 6,9 mil (2014).

Capitais em risco:

Belém (PA)
Palmas (TO)
Porto Velho (RO)
Cuiabá (MT)

Capitais em alerta:

Natal (RN)
Boa Vista (RR)
Manaus (AM)
Maceió (AL)
Recife (PE)
Salvador (BA)
São Luís (MA)
Aracaju (SE)
Belo Horizonte (MG)
Rio de Janeiro (RJ)
Vitória (ES)
Campo Grande (MS)
Goiânia (GO).

Capitais com índice satisfatório:
Macapá (AP)
Teresina (PI)
Brasília (DF)
Curitiba (PR)

Capitais que não enviaram informações até o momento
:
São Paulo (SP)
Florianópolis (SC)
Rio Branco (AC)
Fortaleza (CE)
Porto Alegre (RS)

Atualizada às 16h57

Fonte: TN

Nenhum comentário:

Postar um comentário