sábado, 22 de março de 2014

Um dia desses ou uma noite dessas, você sai pela sua rua, pela sua cidade... ou sei lá, pela sua vida... Quando de repente, por detrás de uma árvore, apareço eu: mescla rara de penúltimo mendigo e primeiro astronauta a por os pés em Vênus. Você ri...
- Você ri porque só agora você me viu! Mas eu flerto com os manequins, o semáforo da esquina me abre três luzes celestes e as rosas da florista estão apaixonadas por mim... Juro! Vem, vamos dançando, assim quase voando... Já sei que já não sou,
passei, passou... Eu venho das calçadas que o tempo não guardou...
E vendo-te tão triste, pergunto:
- O que te falta?
- Talvez chegar ao sol...
- Pois eu te levarei!


Sérgio Simonetti

Nenhum comentário:

Postar um comentário