quinta-feira, 10 de abril de 2014

BC espera aumento de 9,5% na conta de luz, segundo ata do Copom

Do UOL, em São Paulo


O Banco Central espera um aumento médio de 9,5% na conta de luz este ano, de acordo com a ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) divulgada nesta quinta-feira (10).
A referência ao preço dos combustíveis foi retirada da ata. "Os choques identificados, e seus impactos, foram reavaliados de acordo com o novo conjunto de informações disponível", afirmava o documento.
Ainda segundo a ata, as estimativas para a inflação tanto em 2014 quanto em 2015 permanecem acima do centro da meta. O documento não cita os números da inflação projetados pelo BC.
Em relação aos preços controlados por contratos, a projeção subiu de alta de 4,5% na última reunião para uma alta de 5%, tanto neste ano quanto no próximo.

Taxa de juros

O Copom afirmou que vai monitorar a evolução do cenário macroeconômico, até a próxima reunião, para então definir a estratégia  da taxa básica de juros, a Selic.
O Copom eleva a Selic quando considera que a inflação está em alta. Essa taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. 
Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. 
Quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação.
Leia mais em: http://zip.net/bjm3NM

Nenhum comentário:

Postar um comentário