domingo, 6 de abril de 2014

HISTÓRIA DE GRATIDÃO

PRAÇA DOM ELISEU 
 UMA HOMENAGEM DO ASSU AO TRABALHO DESEMPENHADO PELO BISPO DA DIOCESE AO MUNICÍPIO E REGIÃO
"A gratidão é um fruto de grande cultura; 
não se encontra entre gente vulgar".
No domingo, dia 04 de dezembro de 2005, o então prefeito do município do Assu, senhor Ronaldo da Fonseca Soares inaugurou a “Praça Dom Eliseu” – uma homenagem ao terceiro Bispo de Mossoró, Dom Eliseu Simões Mendes. A Praça foi edificada defronte a Capela de Santa Luzia no bairro Dom Eliseu. 

No centro daquela Praça foi exposta a estátua de Dom Eliseu Simões Mendes, uma peça esculpida em cimento armado trabalhada de forma artesanal pelo escultor Jailson da cidade de Pendências. 

Na oportunidade foi lançado o livro 'Resgate de Uma Época – Dom Eliseu Simões Mendes', de autoria do irmão do bispo, Luis Carlos Simões e da Professora Maria do Socorro Cavalcante, fruto de um trabalho de pesquisa que reuniu, por três anos, documentos, jornais, artigos e pronunciamentos de um dos mais dedicados bispos que a Diocese já conheceu. 

De acordo com Socorro, Dom Eliseu se mostrou um homem que sabia utilizar o seu poder de articulação e liderança para esclarecer a população suas necessidades. Tinha mil mãos porque sabia usar a sua liderança, buscando de forma integrada com os governantes desenvolver projetos capazes de proporcionarem mudanças que se faziam necessárias naquela época. 

Quando Dom Eliseu veio de Natal para tomar posse como bispo da Diocese de Mossoró, no dia 20 de janeiro de 1954, Assu foi a primeira cidade da Diocese a receber a passagem do Bispo sendo recepcionado pelo Pároco Mons. Júlio Alves Bezerra. Demorou-se Dom Eliseu alguns instantes com o povo do Assu, tendo na oportunidade providenciado a solução de alguns problemas, demonstrando interesse pelos paroquianos de São João Batista. 

Em Assu, ao lado de Edgard Montenegro, Osvaldinho e tantos outros, criou a Comissão de Desenvolvimento do Vale do Assu – CODEVA, órgão que conseguiu trazer para a cidade: centenas de Motor bombas para de irrigação de terras; escola normal (atual J.K.); hospital e as primeiras casas populares. 

Dom Eliseu nasceu no dia 18 de maio de 1905 em Feira de Santana na Bahia. Sua ordenação sacerdotal ocorreu no dia 04 de dezembro de 1938. Sua consagração episcopal foi em 03 de dezembro de 1950. Faleceu no dia 02 de março de 2001. Foi sepultado no cemitério Piedade. 

Os restos mortais de Dom Eliseu foram transferidos para o cemitério jardim Celestial. Tumulo 07, Quadra 10, Rua entrada do Sindicato dos Comerciários, 104 – Bairro Sim. Feira de Santana – Bahia, no dia 02 de dezembro de 2004. 

O então prefeito Ronaldo Soares em seu discurso afirmou: "...Esta Praça eterniza uma homenagem justa a uma personalidade que fez parte ativa da nossa história, que plantou a semente da prosperidade em nossa região".

Postado por Ivan Pinheiro
Foto: Samuel Fonseca,

Nenhum comentário:

Postar um comentário