sexta-feira, 4 de abril de 2014

MAL ENTENDIDO NA FARMÁCIA

A Farmácia Potengi, se não é a mais, pelo menos, uma das mais antigas da cidade de Assu, ainda hoje funcionando, então de propriedade de João Branco (apelido), já falecido.  “Pirulito" (também já falecido) era o apelido do competente balconista daquela drogaria que, pela experiência que tinha, indicava o remédio certo para qualquer enfermidade. Pois bem. Certa vez, chegou um senhor naquela farmácia, acometido por uma crise de hemorroida. O freguês foi direto ao assunto: "Seu João. Eu quero um remédio pra hemorroida!" João Branco respondeu: "Amigo. Só com Pirulito." O cliente interpretou diferente e esbravejô na horinha: "Soque você, seu filho da mãe."

Fernando Caldas

Nenhum comentário:

Postar um comentário