quinta-feira, 3 de abril de 2014

PERFIL DO ASSÚ EM 1920


Baseado no trabalho editado, em 1920, pelo historiador assuense Nestor dos Santos Lima a Festa dos Negros do Rosário era uma tradição cultural da época


Das tradições locais, uma das mais curiosas era a Festa dos Negros, a 6 de janeiro de cada ano. O pessoal de cor tinha nesse dia o seu Sabbático: largava os trabalhos e reunia-se num dos arredores da cidade. Vestidos todos espalhafatosamente com roupas de ganga vermelha, tendo à frente um rei, que era sempre o Mestre Phillipe, entravam processionalmente no quadro e dirigiam-se à porta da Matriz, onde rendiam graças e expandiam-se em divertimentos próprios dos seus ascendentes africanos. Passavam, todo o dia e até pela noite, em diversões, sempre em boa ordem e sem resultados desagradáveis. Esse costume desapareceu com os últimos descendentes diretos da raça. (foto ilustrativa).

Postado por Ivan Pinheiro

http://assunapontadalingua.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário