quarta-feira, 9 de abril de 2014

Soberano, América-RN derrota Corintians e é campeão do returno


Max e Arthur Maia - América-RN (Foto: Fabiano de Oliveira)Max marca mais um gol decisivo com a camisa do América-RN(Foto: Fabiano de Oliveira)

De forma indiscutível, com 100% de aproveitamento, o América-RN é o campeão do segundo turno do Campeonato Potiguar. O título antecipado foi assegurado nesta quarta-feira após vitória suada sobre o Corintians-RN. Após abrir 3 a 1, o Mecão viu o Corintians-RN empatar, mas o atacante Max, sempre ele, apareceu para marcar mais um gol decisivo com a camisa rubra. O jogo foi realizado no gramado encharcado do Estádio Marizão, na cidade de Caicó. Com a conquista do returno, o América-RN assegura participação na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil de 2015. Na decisão do estadual, o Alvirrubro encara o Globo FC, campeão do primeiro turno. As datas das finais ainda serão anunciadas pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol. Antes, porém, o Mecão ainda irá enfrentar o Potiguar no próximo sábado, no Nogueirão, em Mossoró, fechando o segundo turno.
O jogo
Precisando da vitória para assegurar o título do returno por antecipação, o América-RN abriu o placar logo aos quatro minutos, em cobrança de falta de Dener. O Mecão ampliou aos 28. Arthur Maia cruzou da esquerda e Max marcou de cabeça. Pouco depois, Rodrigo Pimpão teve a chance de ampliar, livre diante do goleiro Hudson, mas mandou por cima. O castigo veio aos 44 minutos, quando Ebinho recebeu na área, driblou o goleiro Andrey e diminuiu. Na segunda etapa, aos 19 minutos, Max invadiu a área e chutou para a defesa de Hudson. Na sobra, o "Homem de Pedra" serviu Pimpão, que, desta vez, não desperdiçou. Quando tudo parecia tranquilo, o Corintians-RN chegou ao empate. Aos 30, Ebinho cobrou pênalti, Andrey defendeu, mas o atacante do Galo fez no rebote. Dois minutos depois, em bobeira da zaga americana, Gaúcho chuta e a bola ainda desvia no zagueiro Cleber antes de entrar. O América-RN, porém, se recuperou bem do baque e partiu em busca do gol do título. Na primeira oportunidade, Max bateu rasteiro e Hudson defendeu. Depois, aos 39 minutos, Fabinho cruzou da direita e o próprio Max subiu mais alto que a defesa para fazer de cabeça.
Por Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário