sábado, 12 de abril de 2014

UMA MULHER
Uma mulher caminha nua
é lenta como a luz daquela estrela
é tão secreta uma mulher que ao vê-la
numa no quarto pouco se sabe dela
a cor da pele, dos pêlos, o cabelo
o modo de pisar, algumas marcas
a curva arredondada de suas ancas
a parte aonde a carne é mais branca
uma mulher é feita de mistérios
tudo se esconde: os sonhos, as axilas, a vagina
ela envelhece e esconde uma menina
que permanece onde ela está agora
o homem que descobre uma mulher
será sempre o primeiro a ver a aurora
Poema de Bruna Lombardi, do livro "O Perigo do Dragão".


Nenhum comentário:

Postar um comentário