terça-feira, 20 de maio de 2014

IDA AO PROCTOLOGISTA



Jamais vou esquecer
Este dia tão sombrio
Quando fui a Doutor Bruno
Mostrar o que não devia
Relatei o que sentia
E ele sem cerimônia
Disse-me sem pestanejar:
Deite ali naquela cama
A “Ribeira” vou olhar.

Fiquei todo constrangido,
Deixar um sujeito  ver
E no  meu ânus tocar!
Pense numa hora amarga!
Deu vontade de chorar.
O Doutor muito tranquilo
Foi tocando devagar
Falando que na minha idade
É preciso analisar
Proctologista é médico
Que gosta de cutucar.

Saí dali tão triste
Perguntando a Deus, meu Pai:
Que danado leva um homem
Estudar e se formar
E  ter especialização
Para ânus consultar?

Vou tomar os remédios,
A pomada aplicar
E confiando em Jesus Cristo
Tenho fé e esperança
Que o tal de Doutor Bruno
Não vai  mais  me cutucar.

Mané Beradeiro
20 de maio de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário