sábado, 12 de julho de 2014

Carta de Renato Caldas ao Ministro Cirne Lima



Direta para esquerda: Astério Tinôco (presidente do Sindicato Rural de Açu), Joaquim de Carvalho (representando a CERVAL), Edmilson Lins Calas (gerente da Cooperativa Agropecuária do Vale do Açu Ltda - Coapeval) e o ministro da Agricultura Cyrne Lima (sentado). Foto tirada na Fazenda Picada/Itu, Ipanguaçu/RN, ano de 1969.
 
Corria o ano de 1969, os proprietários de terras no Vale do Açu/RN, importante região do Brasil, foram por decreto do presidente da república Garastazu Médice, impedidos de operar, fazer empréstimos agrícolas junto ao Banco do Brasil, única casa bancária então existente naquela região, pois o governo federal tinha o objetivo de desapropriar 22 mil hectares de terras de aluvião, para fazer um gigantesco projeto agrícola, fato este que levou muitos agricultores a passar por certas dificuldades.Pois bem, a CODEVA - comissão de Desenvolvimento do Vale do Açu, instituição de daráter consultivo e execultivo, que tinha como presidente Edgard Borges Montenegro e como secretário geral Osvaldo de Oliveira Amorim, começaram as articulações para impedir a desapropriação daquele vale, bem como os proprietários rurais voltarem ao operar juntamente com o Banco do Brasil. Osvaldo Amorim, figura habilidosa e competente que era, tomou conhecimento da vinda do Ministro da Agricultura ao estado de Pernambuco, incentivar a caprinocultura no seme árido nordestino, entrou em contato com os assessores daquele ministro, que tomou conhecimento da situação do Vale do Açu, veio a Ipanguaçu e, na praça pública daquele município potiguar, Cirne Lima comprometeu-se em resolver deimediato a questão. Aquele ministro fora oferecido um um jantar na casa da fazenda Itu/Picada, do Major Manoel de Melo Montenegro, onde o poeta Renato Caldas leu e entregou uma carta rimada aquele ministro intitulada "Carta Matuta ao Exmo. Sr. Ministro da Agricultura, Dr. Cirne Lima, conforme cópia adiante:



Em tempo: Eu era ainda adolescente e presencieu tudoo que aqui estou narrando, para registro da História do Vale do Açu.
 
Fernando Caldas


Nenhum comentário:

Postar um comentário