terça-feira, 1 de julho de 2014

MARINHO CHAGAS EM CORDEL

Título do blog.

Por Marciano Medeiros

(Da linha do tempo/face de LC).

PRIMEIRAS ESTROFES DO CORDEL QUE ESTAREI LANÇANDO NO SEXTA DA VIOLA, DIA 4 DE JULHO, NA CAPITANIA DAS ARTES EM NATAL. EVENTO SERÁ APÓS ÀS 20 HORAS.

(MARCIANO MEDEIROS)
 

MARINHO CHAGAS BRILHOU
NO FUTEBOL MUNDIAL


Marinho Chagas viveu,
Tendo bastante emoção.
No futebol mundial,
Conseguiu repercussão.
Fez sucesso velozmente
Igual estrela cadente
Numa noite de São João.

Vou recompor seu passado
Nas páginas deste cordel,
Demonstrando a caminhada
De modo sempre fiel.
Descreverei um menino
Que neste chão nordestino
Venceu pobreza cruel.

Foi um construtor de sonhos
Numa luta desigual,
Espionava os torneios,
Jogados na capital.
Subindo nos arvoredos,
Observava os segredos
No Estádio Juvenal.

O garoto loiro e magro
Gostava de se arriscar,
Olhando os jogos de longe,
Pois não podia comprar
Ingressos para a partida,
Sem prever que sua vida
Iria se transformar.

Sendo Francisco das Chagas
Marinho o nome completo,
A oito de fevereiro
Nasceu feliz e repleto.
No ano cinquenta e dois,
Não foi antes nem depois,
Chegou bastante inquieto.

Seus primeiros passos foram
No Bairro do Alecrim,
Na linda Noiva do Sol,
Que cheira igual um jasmim:
Tem paisagem natural,
A deslumbrante Natal,
Mostra beleza sem fim.

Filho de Pedro Tomaz,
Do pai recebeu carinho;
E o nome da sua mãe:
Maria de Deus Marinho.
Este casal trabalhou,
A descendência educou
Para seguir bom caminho.

Seus irmãos cresceram todos
Passando dificuldade,
Às vezes, um par de tênis
Supria a necessidade.
Se os pés folgados ficavam
Com algodão completavam,
Sem demonstrar vaidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário