segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O PATRIARCA DA FAMÍLIA MONTENEGRO DO ASSÚ E REGIÃO

GENEALOGIA:


No ano de 1835 chegou a então Villa Nova da Princesa (10 anos depois, Assú) 
o pernambucano Sr. Manuel de Mello Montenegro Pessoa, formado em direito 
pela Faculdade de Direito de Pernambuco - a segunda mais antiga do Brasil. Veio 
para assumir o primeiro Tabelionato do Assú, segunda Comarca do Rio Grande do 
Norte, em 1838, neste município estabeleceu-se com a família, tornando-se o patriarca 
dos Montenegro.

Na Estrutura daquela época, ele recebeu a Comenda de Comandante Superior da 
Guarda Nacional do Estado do Rio Grande do Norte.

Casou-se com D. Maria Beatriz Paes Barreto, nascida em 1813 e falecida em 
1877. Pertencia ela a mais tradicional família pernambucana, descendentes que são todos 
os Paes Barreto de João Pessoa Barreto, primeiro da família que chegou ao Brasil em 
1558 e implantou em Olinda a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia. De seu 
filho, Cristóvão Paes Barreto, gerou-se os Paes Barreto, pernambucanos e dos 
demais Estados brasileiros.

O casal fundou uma das maiores e mais bem constituída família de Montenegro no 
Nordeste. Desta união nasceram em Assú seus 02 filhos: Ovídio e Manuel. 

Ovídio Mello Montenegro Pessoa, que nasceu no dia 04 de fevereiro de 1835 e se casou 
com Maria Amélia Caldas Montenegro. Desta união nasceram: Manuel de Mello 
Montenegro Pessoa (Neto) - conhecido popularmente por Major Montenegro e Maria 
Beatriz Montenegro Amorim. Ovídio morreu a 04 de outubro de 1901. Foi pecuarista e 
político sendo Deputado estadual por várias legislaturas. 

Manuel de Mello Montenegro Júnior – Segundo e último filho de Manuel de Mello 
Montenegro Pessoa e D. Maria Beatriz Paes Barreto. Nasceu em Assú em 1836. 
Foi Tabelião em Assú. Faleceu no ano de 1865 aos 29 anos de idade e solteiro. 
Fonte: Montenegro - A história e Uma Família”, Maria Yolanda Montenegro Tavares, pág. 451 a 455).




Nenhum comentário:

Postar um comentário