domingo, 28 de dezembro de 2014

NOMES DA TERRA:

Algumas nomes de comunidades e cidades Potiguares cujos significados foram retirados do Livro “Nomes da Terra” do mestre Luís da Câmara Cascudo. Vejamos:
Praça São João Batista
ASSÚ – Nome do Rio Piranhas ou Assú, também Rio do Peixe, ao atravessar o território onde conflui com o Rio seridó. É o mesmo Piancó, na Paraíba, onde nasce. Município do Assú (foto - praça São João), principal cidade da região do Vale do Assú.
ANGICOS – Município. Lagoa em Portalegre e Touros. Riacho em Currais Novos e Mossoró. Serra em Santa Cruz. Povoação em Augusto Severo. Árvore piptadênias, de uso multiforme e predileção popular.
BANGUÊ – Lagoa e serrote no Assú. Serrote em Serra Negra do Norte. Significa: liteira Manual, carro-liteira com assento de couro. Também significa engenho de açucar de tração animal.
BOI-CHÔCO – Praia e povoação no Ceará-Mirim. Antiga rua na cidade de Goianinha e antigo bairro em Assú. Significa piolho-de-cobra, centopeia.
CARNAUBAIS – Município do vale do Assú. Poço de Lavagem e Santa Luzia. Plural de Carnaubal. Lagoa em Portalegre.
CUMBE – Antiga lagoa em Assú. Comunidade rural do Assú. Lugar em Ceará Mirim. Serrote e riacho em Caraúbas e Martins. Africanismo. Povoação com este nome em Angola, no Zaíre e em São Salvador do Congo.
IPANGUAÇU – Município no Vale do Assú. Significa Ilha Grande. Nome de um pajé e guerreiro potiguar que decisivamente auxiliou a fixação colonizadora dos portugueses no Potengí, possibilitando as pazes e subseqüente fundação da cidade do Natal em 1599.
MENDOBIM – Lugar e Açude em Assú. Começou por fazenda já existente em 1784.  De mand-obi, significa o estojo ou o rôlo pontiagudo.
MUTAMBA – Povoação e riacho em Assú e Jucurutu. Topônimo vulgar pelo Rio grande do Norte. Árvore Guazuma ulmifolia. Os indígenas chamavam-na Ibixuna. É africanismo, de Angola, embora a árvore no continente negro não seja a mesma.
PATAXÓ – Rio em cuja margem esquerda esta a sede municipal de Angicos. O mesmo rio Santa Maria, rio de Angicos, rio Patachoca. Distrito e Açude localizado no município de Ipanguaçu. Os Pataxós foram indígenas do grupo JÊ.
PORÉ – Lagoa e comunidade em Assú. Lugar em Augusto Severo. Significa gaita indígena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário