quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O ANJO AZUL

Maria Eugênia Maceira Montenegro.
 
Maria Elisa era de uma beleza rara: loura, de olhos azuis, meiga e graciosa. Tinha a mania de vestir-se só de azul. Seus acessórios, sempre tinham tonalidade de sia cor preferida.

Certa noite, preparou-se para ir ao baile com o marido, um boêmio incorrigível.

Estava realmente linda no seu vestido longo, rodado, mais parecendo uma Cinderela. Sentou-se numa cadeira de balanço, à espera do marido, que ficara de voltar cedo. E pôs-se a esperar. Deu meia noite, zero hora, uma e meia, e nada do marido chegar. Cansada dos balanços e da espera, adormeceu, a cabeça pendida sobre o ombro. Nos cabelos, uma rosa e nas mãos, um leque. Parecia uma fada vestida de azul.

De madrugada, pé ante pé, ele chegou, abrindo devagarinho a porta. Ali, na sala de visitas, ele a viu. Parou. Estático pôs-se a observá-la, com o remorso a remoer-lhe o coração. Monologou:

- Meus Deus! Eu nem sabia que tinha em casa um anjo azul. 
*_*
Livro: Todas as Marias.
Foto ilustrativa: Naomi Watts - filme "Diana".
 
 http://assunapontadalingua.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário