terça-feira, 6 de janeiro de 2015

UMA TROVINHA IRREVERENTE DE RENATO CALDAS

Fotografias do blog: paginarsaitesblogs.blogspot.com
Andorinhas sobre a torre da igreja matriz de São João Batista, de Assu/RN. Me faz relembrar uma trovinha do poeta Renato Caldas que um dia, participou de um Concurso Nacional de Trovas, mandou essa trova irreverente para sua desclassificação, que diz assim:

Uma andorinha assustada
Por cima dos capitéis
Pensa em dar uma cagada
Na cabeça dos fieis.



Nenhum comentário:

Postar um comentário