sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015



Cada vez gosto mais da simplicidade nas pessoas.
Da autenticidade, dos gestos genuínos,
da espontaneidade, do calor humano.
Daquelas pessoas que nos transmitem ternura,
carinho e simpatia.
Qualidades cada vez mais raras, infelizmente!

Cristina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário