sexta-feira, 15 de maio de 2015

aço das emoções sentidas
ao acaso das horas,
sensações suaves em minha alma.
Revelo-me tal como sou
alma de mar, alma de fogo,
sorrisos e lágrimas, alegrias e dores,
sonhos e realidade, paixões e desamores.
São meras emoções minhas
tatuadas na imperfeição do meu ser.
Cristina Costa

Foto de Cristina Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário