sábado, 9 de maio de 2015

SETE CASAIS OCUPARAM VAGAS NO PODER LEGISLATIVO

ASSEMBLEIA 180 ANOS:

A vocação política familiar é algo costumeiro no país e no Rio Grande do Norte. No entanto, a transmissão de interesse dos deputados pela atividade parlamentar não está limitado somente aos filhos. Nos 180 anos da Assembleia Legislativa, sete casais já ocuparam vagas no Poder Legislativo.

Maria do Céu, a primeira deputada estadual no Rio Grande do Norte e a segunda no Brasil, eleita em 1935, com 12.058 votos, foi casada com o também ex-deputado Aristófanes Fernandes. Oposicionista ao governo de Getúlio Vargas, a parlamentar teve um curto mandato de dois anos, pois foi cassada em 1937, por discordância das ideias getulistas.

Somente 18 anos depois o Rio Grande do Norte pôde contar com a segunda mulher na bancada parlamentar do estado. Em 1955, Lindalva Torquato foi empossada deputada estadual. A parlamentar foi casada com José Fernandes de Melo, que também chegou a ocupar vaga na Assembleia Legislativa.

Entre os casais, a deputada estadual Mônica Dantas, eleita em 1967, foi a parlamentar com maior número de mandatos, somando quatro. Ela foi a única que exerceu a função junto ao marido. Ao todo, ela esteve durante oito anos dividindo bancada com o marido, o então deputado Seráfico Dantas, continuando no Poder Legislativo por mais dois mandatos após o companheiro deixar o Parlamento.

Nirinha Fernandes, mulher do atual deputado Raimundo Fernandes (PROS), também foi deputada. Eleita em 1995, quando o companheiro não disputou vaga no Legislativo Estadual. Na mesma Legislatura, assumiu a deputada Ivonete Dantas, mulher do ex-deputado estadual Dadá Costa.

Outro casal que ocupou vagas na Assembleia foi Sandra e Laíre Rosado. Na eleição de Laíre para deputado federal, Sandra passou a ocupar o posto na Assembleia.

Na atual Legislatura, a deputada Cristiane Dantas (PCdoB), eleita em 2014, ocupa vaga na Assembleia após a saída do marido, Fábio Dantas, eleito vice-governador do Rio Grande do Norte.

A história sobre o mandato das parlamentares e sobre todos os 180 anos da Assembleia Legislativa está exposta e documentada no Memorial do Legislativo Potiguar, que funciona de segunda a sexta, das 8h às 15h.

ALRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário