segunda-feira, 22 de junho de 2015

10 coisas que você não deveria compartilhar nas redes sociais
Sair postando tudo sem pensar nas consequências pode ser perigoso pra você e para os seus filhos. Na rede, tem que ficar esperto mesmo!!!
Por Carla Leonardi, filha de Pérola e Mauro
13.02.2015
Já foi o tempo em que a gente tirava foto dos filhos, mandava revelar e montava aquele álbum com tudo a que tinha direito. Não que isso não exista mais, mas a verdade é que hoje os registros de momentos importantes e até do dia a dia vão direto para as redes sociais. E embora a gente saiba que não tem nada mais fofo do que foto de criança, é bom lembrar que sair postando tudo pode ser perigoso. Então veja nessa lista o que não se deve publicar:
1-   Fotos do seu filho sem roupa
“Mas que problema isso pode ter? É só uma criança”. Infelizmente, o mundo está cheio de gente mal-intencionada. Já pensou que uma foto inocente da sua criança brincando no banho pode ir parar num site de pedofilia?
2-   Vídeos que possam ser constrangedores
Quando o seu filho fez aquele show de mágica maravilhoso pra você no ano passado talvez ele não tivesse vergonha. Mas compartilhar esse tipo de coisa na rede pode deixá-lo muito constrangido e até torná-lo vítima de bullying, mesmo que tempos depois. É sempre bom pensar duas vezes antes de postar qualquer material assim.
3-   Foto da criança vestindo o uniforme
Ou qualquer outro registro que mostre onde ela estuda. Pode até parecer um cuidado exagerado, mas a gente nunca sabe quem está acessando essas informações, ou com quais intenções.
4-   Posts que descrevam a rotina da família
“Crianças na escola, agora academia e, mais tarde, trabalho”. Ninguém precisa de tanta informação, certo? Além disso, sair divulgando horários e costumes pode indicar, por exemplo, o período em que sua casa fica vazia ou o horário em que as crianças saem do colégio.
5-   Para onde e quando você vai viajar de férias
Mais uma vez, essas informações indicam que a casa vai estar vazia, o que pode ser uma oportunidade e tanto para assaltos. Nunca é demais prevenir.
6-   Resolver problemas pessoais nas redes sociais
Sabe aquela pessoa que deu uma mancada com você ou a namorada nova do seu ex-marido que você não suporta? Nada de sair lavando roupa suja na frente de todo mundo. Além de ser constrangedor para você mesma, lembre-se de que seus filhos podem ter acesso a tudo isso ou, pior, ficar sabendo pelos outros.
7-   Foto na fachada de casa
Nem com as crianças, nem com você. E aí a dica vale não só pra fachada, mas pra qualquer cenário que dê pistas do seu endereço. Afinal, você não diria onde mora para qualquer estranho que encontrasse na rua...
8-   Imagens em alta resolução
Pode até parecer excesso de cuidado, e é. Nossos filhos merecem toda proteção possível. Postar fotos com uma resolução muito boa é um chamariz a usos sem permissão. Por causa da boa qualidade, essas fotos são mais fáceis de editar e podem acabar sendo usadas para outros fins.
9-   Fazer check-in em eventos
É legal contar pra todo mundo que você e sua família estão visitando o parque que é a sensação do momento, mas não é seguro. Espere um pouquinho e compartilhe as fotos quando já tiver saído de lá, sem fazer check-in. Ninguém precisa saber a sua localização e a dos seus filhos em tempo real.
10-   Fotos ou vídeos engraçadinhos
Criança pequena vive fazendo graça pra câmera e, na verdade, não há nenhum mal em querer mostrar isso a outras pessoas. De qualquer forma, é bom ter em mente que, na internet, qualquer coisa pode viralizar e, de um dia para o outro, o seu filho pode estar nas telas do mundo todo.

http://www.paisefilhos.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário