domingo, 19 de julho de 2015

Apertas-me nos braços contra ao peito,
num abraço quente em que me prendes com força.
O som da tua voz calada em meus ouvidos, 
canta melodias com as batidas do coração.
Palavras sem sentido que despertam emoções,
talvez aquelas que não são mais que o silêncios,
onde me sinto segura e protegida.
Cristina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário