quarta-feira, 26 de agosto de 2015

NOITE

Por Sinhazinha Wanderley*

É noite! O lampadário rebrilhante,
Ponteia de ouro a Urbe sertaneja.
O pranto da saudade lagrimeja,
No coração de alguém q 's' tá distante...

A lua branca, noiva, casta amante,

No rendilhado azuzl, perlustra, arpeja
Uma canção de amor e trinaleja
Em surdina, uma nênia soluçante.

Na várzea o vento leste açoita forte

Susurra o palmeiral de altivo porte,
Muje o gado tristonho nos currais...

Eu recordo o passado tão ditoso,

Esse tempo tão breve, tão saudoso
Que se foi e não voltará jamais!...

*Sinhazinha Wanderley era poetisa assuense. Maria Carolina Caldas Wanderley era o seu nome de registro. Foi professora no Grupo Escolar Cel. José Correia, de Assu.



Nenhum comentário:

Postar um comentário