quarta-feira, 26 de agosto de 2015

RELEMBRANDO O IRREVERENTE RENATO CALDAS


Da esquerda: Renato Caldas, José Rodrigues (jornalista mossoroense) e Padre Zá Luiz que fora pároco em Pendências nos idos de sessenta. Fotografia tirada na varanda da casa do poeta, da então praça Pedro Velho, 74, Centro da cidade de Assu, que fora demolida para dá lugar a um prédio comercial. A foto é data de 1977, publicada em O Vale em 1979, jornal que circulou durante a construção da Barragem Ribeiro Gonçalves ou Barragem do Assu, editado pela COMIRGA, sobre a direção de Padre Zé Luiz. E autoria daquele bardo assuense que  encantou o Brasil com seus versos irreverentes, suas tiradas, transcrevo o poema sob o título 'Morena Rádio', conforme adiante:

Você
é a P.R.A.X mais bela da cidade!
Que tem no olhar o estigma da saudade
e no gesto um traço de pudor.
Você^, é tudo que minh'alma quer,
O seu corpo fidalgo de mulher,
irradiar o amor!"
Nas trêmulas antenas dos teus seios,
a micro-onda dos meus devaneios
procura penetrar...
e a minh'alma dolente de poeta,
infiltra-se nessa antena predileta,
para a sua emoção sintonizar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário