segunda-feira, 23 de novembro de 2015


Essa coxa fez lembrar
Dos velhos tempos vividos
Era feita de retalhos
De diferentes tecidos
É porisso que nós pobres
Tem os sonhos coloridos.
O claro do candeeiro
Refletia em cada cor
O coxão era de palha
Uma tanga o cobertor
Mas tinha o mais importante
Q'era o verdadeiro amor.
Autor:

Nenhum comentário:

Postar um comentário