sexta-feira, 17 de junho de 2016

EM 17 DE JUNHO DE 1927 – Acontecia o fuzilamento de Jararaca (José Alves de Santana) no cemitério público da cidade. Era um dos companheiros de Lampião no ataque a esta cidade a 13 de junho, quando foi baleado nas adjacências da Praça de São Vicente. Mesmo ferido, conseguiu atravessar a ponte da estrada de ferro, nas imediações do Alto da Conceição, escondendo-se no mato, às margens daquela ponte sobre o rio Mossoró. Descoberto o esconderijo, foi a policia informada e conduzida à cadeia pública, de onde saiu na noite tenebrosa deste dia, para ser morto a golpes de peixeira e cutilada de fuzil, sendo sepultado ainda vivo na cova aberta antecipadamente naquele cemitério.
FONTE: RelembrandoMossoró

Nenhum comentário:

Postar um comentário