domingo, 31 de julho de 2016

Natalenses indignados acreditam que a solução para a segurança é matar bandidos

w45y4ywy

A onda de terror ordenada por criminosos dentro dos presídios, que vem causando medo aos potiguares, desde a sexta-feira passada, já é suficiente para gerar uma indignação geral na população. Nas ruas, o que se vê é gente assustada, temendo o pior, deixando se seguir a vida normal. Diante de tantos ataques que vem ocorrendo, muitos acreditam que a solução é uma resposta mais enérgica da polícia, como a matança de bandidos.

Pelo menos é isso que pensa o aposentado Tercio de Jesus, morador da zona Sul de Natal. Para ele, “só matando” para que as pessoas sintam mais segurança. “A polícia prende, a justiça solta e a gente paga o preço. As cadeias estão superlotadas. Não tem mais lugar para vagabundo. Tem que matar mesmo”.

Quem compartilha com o mesmo pensamento é o mecânico Geraldo Silva. “Tá todo mundo acuado, com medo desses bandidos. Tem que meter bala neles e depois mandar os direitos humanos enxugar as lágrimas dos familiares deles. Aí fica a gente pagando o preço desses caras agindo na rua. Tem que prender, não. Tem que matar”, disse.

A dona de casa Maria Aparecida Gomes acredita que se houvesse uma baixa no número de bandidos, eles pensariam melhor antes de cometer crimes. “Eles assaltam, estupram e fazer todo tipo de miséria porque sabem que se forem presos, estarão no outro dia nas ruas. Nossa lei é fraca demais e ninguém quer mudar. Não sei onde vamos parar”.

O comerciante Francisco de Assis acredita que se a polícia começar a matar bandido, os outros que estão atrás das grades perderão força para ordenar os ataques. “Só prender não adianta, até porque lá dentro eles planejam coisas piores. Tem que meter chumbo pra cima. Um detento hoje custa mais que um policial militar. Nosso estado já é pobre, não tem como ficar sustentando esses parasitas. Acho um absurdo preso ter TV nas celas, comer de graça. Tem que quebrar pedra, fazer alguma coisa para merecer um prato de comida, afinal, ninguém pediu para ele estar na cadeia”.

3734747

Portal Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário