sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Índios que gravaram com Domingos Montagner prestam homenagem

A morte do intérprete de Santo na vida real comoveu os indígenas que gravaram com ele na ficção: "Virou um protetor do Rio São Francisco"

 
Os índios que gravaram com Domingos Montagner se emocionaram com a morte do ator. / Foto: TV Globo/Reprodução
Os índios que gravaram com Domingos Montagner se emocionaram com a morte do ator.
Foto: TV Globo/Reprodução

JC Online

                               
As homenagens a Domingos Montagner no Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, na manhã desta sexta-feira (16) veio de várias formas. Uma das mais tocantes foi um texto escrito pelos índios da tribo Kaftéia, que gravaram com o ator o processo de ressurreição do personagem Santo na novela Velho Chico.
Fátima Bernardes leu, então, o comunicado dos indígenas, que estavam de luto na aldeia e fizeram um ritual pela alma do Domingos assim que souberam da morte do ator.

"Ele agora é um protetor"

Durante esse ritual, um senhor disse: "Porque estão querendo trazer a alma dele de volta? Ele nasceu de novo hoje. Ele se tornou um novo protetor do Rio São Francisco, que estava tão esquecido. Porque esse rio não pode morrer. A novela contou todos os mistérios do rio, e esse, foi mais um deles. Mas ele se tornou um ser de luz, pois a água não tira a vida, a água dá a vida. Fiquem felizes pela alma dele, pois quando ele entrou no rio, ele se despediu do corpo e alma. Nasceu em um mundo melhor. Algum dia, os brancos irão entender isso. Então temos que fazer um ritual para que os brancos entendam e sejam fortes, pois ele está bem. Ele agora é um protetor do Rio São Francisco", encerrou, deixando os convidados do programa emocionados.
Palavras-chave

Nenhum comentário:

Postar um comentário