sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Fiz moradia
no teu apreço
No teu sorriso
eu amoleço
Em teu olhar
me reconheço
Amar você
é um recomeço
Se estás sumida
me entristeço
E quando queres
eu apareço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário