quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

AMARGA VERDADE
Que perdas de vidas são lamentáveis, sob todos os aspectos, isso nem se discute. Mas é preciso atentar para o fato de que o asqueroso ‘jeitinho brasileiro’ mata muito mais – e sem dar trégua – que qualquer eventual queda de aeronave não-autorizada pela Anac. Seja nos corredores de hospitais públicos, na insegurança das ruas ou na clássica buraqueira das estradas. Deploravelmente, contudo, milhares de vidas humanas ainda serão ceifadas devido ao nosso ancestral comodismo e o péssimo hábito em driblar normas e leis no afã de economizar algum trocado.
  
Paulo Sergio Martins
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário