terça-feira, 24 de janeiro de 2017

FALECEU, VÍTIMA DE INFARTO, O ARTISTA PLÁSTICO DORIAN GRAY CALDAS
Faleceu na noite de ontem (segunda-feira), 23 de janeiro, no Natal Hospital Center, o artista plástico Dorian Gray Caldas, aos 86 anos de idade, vítima de um infarto agudo do miocárdio.

Doryan já estava internado há 12 dias tratando uma pneumonia e passando por hemodiálise.

Dorian nasceu em Natal no dia 16 de fevereiro de 1930.E
streou na arte em 1950, junto com os primeiros e grandes amigos Newton Navarro e Ivon Rodrigues, no 1º Salão de Arte Moderna de Natal. Seu primeiro livro se deu 11 anos depois, em 1961, intitulado “Instrumento de Sonho”.

Foi assessor da Secretária de Educação e Cultura do Rio Grande do Norte, atuou como conselheiro da Fundação José Augusto, diretor do Teatro Alberto Maranhão e da Escolinha de Arte Cândido Portinari. Em 1983, lançou o livro Feiras e Feirantes e, em 1989, Artes Plásticas do Rio Grande do Norte - 1920/1989.

Era da família Caldas, com raízes no Assu e região. primo do nosso imortal Renato Caldas. Ele também integrava a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras.
Foto: Alexandro Gurgel

Nenhum comentário:

Postar um comentário