quarta-feira, 29 de março de 2017

Por João Lins Caldas, poeta potiguar 

Como eu quisera viver a vida.
E a desiludida,
Desiludida,
Vai de descida...

Chega-se um dia, flor acabada;
Viveu-se a vida.

(Poemeto inédito).

Nenhum comentário:

Postar um comentário