quarta-feira, 17 de maio de 2017

Azul é o sonho, azul é a cor
Da ilusão do teu consolo.
Do teu querer, do teu amor
Azul é o solo!
Eu poeta e sonhador,
Fibra por fibra hoje descolo
O beijo teu, do teu rigor...
O beijo colo!
O lírio d’alma no teu colo,
Descolo o lábio do rigor...
O beijo colo!
João Lins Caldas

Nenhum comentário:

Postar um comentário