segunda-feira, 1 de maio de 2017

MORREU PIMENTEL – UMA RESERVA MORAL DO ASSU

Faleceu no domingo, dia 30 de abril de 2017, em Natal, Francisco Pimentel Filho – uma das reservas morais do Assu. Foi um cidadão que, por décadas, se entregou de corpo e alma para que a atividade do extrativismo da cera de carnaúba pudesse ser a principal economia da região. 

Seu Pimentel, como era conhecido, foi um homem de vivência regulada e comum. Na sua simplicidade, coberto pelo manto da honestidade sempre apoiado pela saudosa esposa Dona Eunice Fonseca Pimentel, conseguiu formar seus 11 filhos. Um vencedor! 

Nasceu em Assu, na comunidade de Lagoa das Bestas (atualmente comunidade de Bela Vista – Carnaubais), no dia 12 de fevereiro de 1921. 

Adorava ler. Dominava com facilidade a língua portuguesa, geografia e matemática.

Sua vida era sinônimo de trabalho. Ao completar a maioridade prestou serviço militar no II Batalhão de Carros de Combate – BCC, em Natal, em plena segunda guerra mundial. 

Retornando ao Assu trabalhou na empresa de Minervino Wanderley. Após o falecimento do patrão (Minervino), em 1950, pela sua dedicação e caráter exemplar foi convidado para ser sócio da empresa Carvalho & Cia

Enquanto isso cursou contabilidade no Colégio Nossa Senhora das Vitórias, tendo em 1956 recebido o diploma de contador. 

Durante décadas, a empresa Carvalho & Cia atuou como financiadora de pequenos agricultores para o corte do carnaubal, comprando as produções e transformando-as em “cera gorda” para depois exportá-las para a América do Norte.

Após o falecimento de Dona Eunice, os filhos conseguiram convencê-lo a morar em Natal... não foi fácil deixar a Terra dos Carnaubais – berço de toda sua prole. 

Pimentel pela naturalidade com que se empenhou em prol do desenvolvimento econômico da região do Assu, pela sua inteligência, caráter ilibado, exemplo de dignidade e respeito, enquanto esposo, pai, amigo e, acima de tudo, modelo de cidadão, era uma das reservas morais do Assu. 

O sepultamento se dará às 16 horas desta segunda-feira, 01 de maio – dia do trabalhador, no cemitério público Vicente de Paula - Novo Horizonte - Assu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário