sexta-feira, 21 de julho de 2017

Por André Madureira

Cartão postal da ainda desativada Maternidade de Natal
André Madureira

Após a II guerra, período em que no prédio foi instalado o Hospital Militar, a Sociedade de Assistência Hospitalar pleiteou do governo federal a indispensável indenização pelos estragos feitos. 
Ofícios, telegramas, entendimentos pessoais, enfim, a eterna burocracia brasileira fez retardar a readaptação do prédio para, nele, instalar e fazer funcionar a Maternidade.
Somente em 12 de fevereiro de 1950, passados pouco mais de 10 anos da conclusão do prédio, a Maternidade de Natal foi inaugurada.
O interessante nesse postal, em fins dos anos 40, foi a descrição dos principais compartimentos do prédio, colocados aqui provavelmente por uma pessoa que o conhecia muito bem.
Na frente do postal essa pessoa numerou quase por completo todos os cômodos da maternidade.
No verso ela descreveu o que funcionava na época em cada um deles.
A descrição foi a seguinte:
1 - Capela
2 - Secretaria
3 - Heliotrópio (Bosc) gestantes
4 - Malvão (Bosc) puérperas
5 - Salão nobre
6 - Médicos e pensionistas
7 - Sala de partos (pensionistas)
8 - Sala de partos (pensionistas)
9 - Sala de partos (pensionistas)
10- Sala de partos (não contribuintes)
11- Dentista
12- Sala de costuras
13- Lavanderia
14- Necrotério
15- Gabinete do diretor
16- Berçário
De toda a descrição feita por essa pessoa, a que achei mais interessante foi as de número 3 e 4.
Esses dois compartimentos, localizados nas laterais do prédio, são aqui duas enfermarias que receberam nomes de duas plantas.
A que fica na lateral direita do prédio(a de número 3) é a enfermaria heliotrópio, destinada à gestantes. É destinada ao ensino de Toco-Ginecologia
A que fica na lateral esquerda do prédio(a de número 4) é a enfermaria do malvão, destinada à puérperas(mulheres que acabaram de dar à luz).
Obs:
Heliotrópio é o nome vulgar de uma planta, o mesmo que flor-de-baunilha. https://cdn.pixabay.com/…/44/vanilla-flower-8105_960_720.jpg
Malvão é uma espécie de erva medicinal.
Flor do malvão http://cdn.olhares.pt/client/files/foto/big/206/2067478.jpg
Fotógrafo: Jorge Mário
Ano: Fim dos anos 40

Nenhum comentário:

Postar um comentário