sábado, 10 de maio de 2014

Sertão
Quando a chuva cai na terra,
Alegra todo o Sertão.
A tristeza se enterra,
Dando vez a emoção.
Cheiro de terra molhada,
Névoa, relâmpago e trovão!
João Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário