segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O coração leve, a alma em paz,
as bagagens pesadas do passado
deixei-as lá atrás.
Não há dor, não há sofrimento.
Dormem em paz,
meus cômodos sonhos de outrora
enquanto meu âmago se lança
em estranhos passos.
O presente encontra um passado bem resolvido.
Entrancei a vida no hoje,
na alma serena,
trazendo a coragem de me encontrar.
Com sinceridade, sorrindo, recomeço,
no ondular do oceano e do vento.
Em terra firme, vivo intensamente o hoje,
o amanhã é navegar incerto.


Cristina Costa, poetisa portuguesa


✽❣──────────❀ღ✿────────•✤❥ 

O coração leve, a alma em paz,
as bagagens pesadas do passado 
deixei-as lá atrás.
Não há dor, não há sofrimento.
Dormem em paz,
meus cômodos sonhos de outrora
enquanto meu âmago se lança 
em estranhos passos.
O presente encontra um passado bem resolvido.
Entrancei a vida no hoje,
na alma serena,
trazendo a coragem de me encontrar.
Com sinceridade, sorrindo, recomeço,
no ondular do oceano e do vento.
Em terra firme, vivo intensamente o hoje,
o amanhã é navegar incerto.

✽❣──────────❀ღ✿────────•✤❥

Nenhum comentário:

Postar um comentário