domingo, 4 de janeiro de 2015

Dê valor o que você tem.

Certa vez, o notável poeta Olavo Bilac encontrou-se com certo amigo que lhe pedira um texto para anunciar no jornal da cidade, sobre a venda de um sítio. de sua propriedade, Bilac escreveu: 

"Vende-se uma encantadora propriedade onde cantam os pássaros ao amanhecer, no extenso arvoredo, cortado por cristalinas e marejantes águas de um ribeirão. A casa, banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranquila das tardes na varanda."

Dias depois, Bilac se encontro com o amigo e pergunta:"Vendeu o sítio?" - Não Bilac,d depois daquele seu texto, desisti da venda do sítio! Foi quando eu percebi da maravilha que tinha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário