domingo, 8 de fevereiro de 2015



Estou calçado para a eternidade.
Vesti-me de roupas de caminhar por toda a eternidade.
Onde houver um rasgão, certo que as minhas roupas estarão rasgadas.

Mas o homem é um clarão
Eu serei um clarão por toda a eternidade.

______________João Lins Caldas (1888-1967)
Em, Poética, 1975, FJA, Natal/RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário