segunda-feira, 9 de março de 2015

Assu é uma cidade onde de tudo acontece. Pois bem, no começo dos anos noventa chegou na terra assuense um Juiz de Direito muito exigente. Aquela autoridade da magistratura começou logo a dizer nas dependências do Fórum, o seguinte: Não caso moça com calça e nem rapaz cabeludo. Foi o bastante para o poeta da rua escrever a décima adiante:

Nasceu no tempo da valsa

Cueca samba canção;

Eu não sei por que razão

Não casa moça com calça

Vestido tem que ter alça

E terá de cobrir tudo.

Do contrário fica mudo

Em tudo bota defeito

Não quer ver bico de peito

E nem rapaz cabeludo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário