segunda-feira, 22 de junho de 2015

“RN ESTÁ PREPARADO PARA O HUB”, DIZ ROBINSON FARIA

22 de junho de 2015 — por O Potiguar
Neste final de semana o governador Robinson Faria escreveu em suas redes sociais que o Rio Grande do Norte está preparado para receber o Hub da TAM. No texto o governador fala sobre os incentivos que o estado oferece, além das forças que estão sendo somadas para a conquista do centro de conexões. Confira.
O que até bem pouco tempo era um termo distante para o Rio Grande do Norte virou sinônimo de esperança, empregos e geração de renda. A primeira vez que tratei sobre a instalação de um centro de conexões da TAM no Nordeste foi, ainda, no mês de fevereiro. Eu estava na sede da companhia em São Paulo para anunciar a redução do ICMS sobre o querosene de aviação e viabilizar as contrapartidas para o Estado. A redução do imposto era, há muito tempo, esperada pela cadeia produtiva do turismo. Foi assim que credenciamos o Rio Grande do Norte para a disputa do Hub.



“RN está preparado para o HUB”, diz Robinson Faria

Na última segunda-feira, não é exagero dizer que vivemos um momento histórico, de união de esforços políticos e empresariais, para atração dos investimentos na ordem dos R$ 3,9 bilhões de reais. A tradução mais rápida do que isso representa é a geração de até 12 mil empregos para o povo potiguar.
Um governo com o sólido propósito desenvolvimentista tem a marca do diálogo e da ação! O Governo do Estado já retomou a construção dos acessos ao aeroporto. O primeiro ficará pronto ainda no mês de dezembro de 2015. Vamos garantir novas isenções fiscais para os setores de alimentação e compra de aeronaves. Recentemente, estive com o presidente da Petrobras e cobrei a redução do QAV para as operações no RN. Somos produtores do combustível e não faz sentido repassar pelo mesmo valor dos estados que necessitam da contratação do frete.
Oferecemos as melhores condições para a conquista do Hub: posição geográfica estratégica, único aeroporto privado em operação, capacidade de construção de uma nova pista nas mesmas dimensões da atual, área disponível no entorno do aeroporto, capacidade de atração de empresas e indústrias relacionadas à atividade, com o Proadi e Progás, rede hoteleira com mais de 40 mil leitos, uma linha do VLT, o Veículo Leve sobre Trilhos, para o aeroporto, entre tantos outros diferenciais.
Só teremos a resposta oficial da companhia no final de 2015. Mas a disputa já produziu uma conquista a ser comemorada: a retomada da confiança no Governo do Estado, como o agente indutor do desenvolvimento do Rio Grande do Norte! 

 Fonte: http://www.opotiguar.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário