terça-feira, 18 de agosto de 2015

PÁGINA ASSUENSE:

JOÃO SOARES DE MACÊDO
 
João Soares de Macêdo Sobrinho - que depois passou a assinar-se apenas João Soares de Macêdo – (1859-1954).

Foi pecuarista, jornalista, professor, coletor de rendas provinciais na Vila potiguar de Serra Negra, advogado provisionado, promotor público na então comarca do Seridó, homeopata e funcionário da Inspetoria Federal de Obras contra as Secas – IFOCS.

Sob o pseudônimo de João da Cruz publicou em versos todo o histórico dos violentos e trágicos acontecimentos políticos ocorridos em Assu, no ano de 1935. Esse trabalho foi intitulado de "Facit Indignatio Versum" (A indignação faz brotar o verso). 

Realizou duas conferências religiosas em Assu: a primeira em 15 de agosto de 1938 (abordando os Sacramentos do Batismo, Crisma e Eucaristia); a segunda, no dia seguinte, (enfocando a Confissão, a Extrema Unção, a Ordem e o Matrimônio). Em setembro do mesmo ano, viajou até Serra Negra do Norte e, respectivamente, nos dias 06 e 08, também apresentou duas conferências: a primeira sobre os Sete Sacramentos e a última acerca do Primado de São Pedro.

Casou três vezes e deixou numerosa descendência.
Fonte: Gregório Celso Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário