sexta-feira, 19 de agosto de 2016

"Morto-Vivo"

Hoje, 19, me dirigi a uma das agências do Banco do Brasil, de Natal, para abrir uma conta especifica e obrigatória, para candidatos (Eleições 2016). Pois bem, o funcionário daquela casa bancária ao consultar o Banco de Dados do SISOB – Sistema de Informações de Dados de Óbitos (que alguns cartórios são obrigados a enviar quando alguém, um preposto ou um familiar do falecido, requeira a Certidão de Óbito, a repassar a Previdência Social, bem como a outros órgãos ...do governo), me informou em voz alta que eu já teria morrido desde o ano de 2013, para risos de alguns clientes e funcionários presentes. O que pode ter ocorrido, penso eu, um raro problema de homonímia, erro de digitação ou má fé de alguém. Fato este que terei de resolver num menor tempo possível!
Continuo candidato a vereador pela capital potiguar. Um registro apenas para tornar público.

Obrigado pela leitura.

Fernando Caldas

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário