domingo, 2 de julho de 2017

JOÃO CELSO FILHO, advogado, jornalista, professor, poeta, comerciante. Sempre destacava-se no que fazia. Escreveu peças para teatro e foi diretor do jornal "A Cidade". Era um apaixonado pela natureza. Faleceu na manhã de 14 de novembro de 1943.
Segue, abaixo, um soneto (DITOSOS) escrito por ele, em 2 de maio de 1915.

Nenhum comentário:

Postar um comentário