quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Pausa diária para sexo é ideia de vereador sueco para motivar trabalhadores


Do UOL
  • Getty Images
Pausa para o cafezinho ou para o cigarro? Que nada: de acordo com um político sueco, o que realmente motivaria os trabalhadores seria uma pausa diária de uma hora para o sexo.

A proposta de Per-Erik Muskos, vereador na pequena cidade de Övertorneå, no norte da Suécia, é baseada em estudos que garantem que uma vida sexual em dia ajuda na saúde das pessoas. De acordo com o político, a vida conturbada não permite que os casais possam apreciar a companhia um do outro como se dever. A medida, portanto, "trata-se de manter relacionamentos melhores", ele explicou para a agência AFP.

Parar no trabalho não é novidade para os suecos, acostumados com os "fikas" - pausas para o café que acontecem duas ou três vezes por dia, onde os empregados das empresas aproveitam para descansar, comer doces e relaxar. O país é conhecido também por sua política de licença-maternidade de 480 dias (que podem ser compartilhados entre o pai e a mãe da criança) e tem testado a ideia de um dia de trabalho de seis horas.
O vereador não tem como garantir que os empregados vão mesmo voltar para casa para usar a folga (que seria paga pelos empregadores) para o propósito original: "Não dá para garantir que a pessoa decida só dar uma volta ao invés disso".

O projeto ainda será votado pela Câmara de Vereadores local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário