quinta-feira, 28 de abril de 2016

Utopia
Por Paulo Varela, poeta assuense
Num se sabe seu dotô, por quanto tempo
Este mundo andará desconsertado?
Num embrólio, sem ser enraizado
Com cultura, com respeito e consciência
Com senhores cobertos de sabença
Repassando á prole o conhecer
Espalhando pro povo esses saber
Do caráter e também da sabedoria
Lhe garanto que o mundo então seria
Um lugar precioso de viver.
Onde os pais passariam hora e meia
Ensinando pro filho uma lição
Formatando assim um cidadão
Preparando enfim o seu futuro
pro destino num seja assim tão duro
Cumo tamo, cansado já de ver
Cada dia, ser um novo amanhecer
Só com paz, com amor e esperança
Sem ter ódio, sem rancor e sem vingança
Nesse mundo eu ainda vou viver.
Vou viver, maginando uma nação
Diferente dessa aí, que a gente tem
Onde todos só pensam em se dar bem
Uma nação que não reconhece o valor
De um peão e também de um professor
Sua luta e trabalho sendo bem recompensado
O estado ser chamado de Estado
E enfim que fizesse os seus papéis
Com respeito ao nobres menestréis
E um mestre ser bem mais respeitado
Um país com trabalho e com cuidado
Onde todos previssem o crescimento
Lutando pelo desenvolvimento
Todos juntos, sem haver uma exceção
A saúde, segurança e educação
Ser a “tríade” que sustenta esse lugar
Ver o povo com sorriso no olhar
A criança estudando o bom conceito
Ancião ser tratado com respeito
Sem ter plano de saúde á lhe explorar
Eu as vez, me ponho a perguntar
Porque é que estou isso escrevendo
Eu por dentro, eu fico é me dizendo
É possível senhor esse lugar?
Muita gente terá de acordar
Despertar desse sono tão profundo
Desenhando enfim um novo mundo
Um país forte, rico e cobiçado
E que esteja no lugar apropriado
Em primeiro, nem terceiro, nem segundo

Fernando Caldas

A problemática da retorsão imediata no crime de injúria

Publicado por Canal Ciências Criminais 

http://canalcienciascriminais.jusbrasil.com.br/
17
Por Mauro Argachoff
Recentemente as redes sociais foram tomadas de manifestações referentes a um episódio envolvendo conhecido ator de televisão e um casal nas dependências de um restaurante. Conforme noticiado, referido casal, inconformado com a presença do ator, devido a posicionamento político partidário deste, passou a agredi-lo verbalmente com palavras de baixo calão. Instalado verdadeiro bate-boca, veiculado inclusive através de vídeo gravado provavelmente por algum outro cliente do local, o até então “insultado”, desfere uma cusparada contra a mulher e outra contra o homem que lhe xingavam.
Em que pese os posicionamentos favoráveis e contrários a ambos os lados, passemos a uma análise puramente técnico jurídica sobre o ocorrido. Levaremos em consideração, contudo, os fatos que chegaram ao conhecimento público, sem sabermos se o desenrolar dos mesmos deram-se exatamente como veiculado, mas partindo da premissa de que sim, para único efeito do desenvolvimento do estudo.
Dispõe o artigo 140 do Código Penal:
Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
Pena – detenção de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
Trata-se do crime de injúria, cujo significado é desrespeitar, ofender, insultar. Fere-se com a conduta a chamada honra subjetiva da pessoa, entendida essa como sendo o conceito positivo que a pessoa faz de si mesma; sua autoestima.
Quanto ao termo dignidade, infere-se como respeitabilidade. Já decoro refere-se a compostura.
Dando sequência a leitura do artigo 140 do Código Penal, iremos nos deparar, no seu parágrafo primeiro, com verdadeira causa de extinção da punibilidade, ou seja, nas palavras de NUCCI (2015. P. 798): “quando o Estado, diante de circunstâncias especiais, crê não ser cabível punir o agente”.
As causas previstas no tipo penal são:
I- quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;
II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.
As duas hipóteses parecem se amoldar perfeitamente ao caso concreto. Havendo comprovação de que o casal sentado na mesa vizinha, sem qualquer relação com o ator, iniciou as ofensas sem serem instados a tal, de forma gratuita, pelo simples fato de não aderirem às idéias daquele, estariam de forma reprovável provocando diretamente a injúria. De igual maneira, o “injuriado” ator estaria autorizado por lei a retorquir imediatamente a ofensa sofrida, ofendendo aos seus ofensores, em uma espécie de legitima defesa de sua honra maculada.
Cezar Roberto BITENCOURT (2007. P. 560-561), ao contrário, atribui à retorsão imediata natureza jurídica de exercício regular de um direito, traçando um interessante paralelo com o desforço imediato previsto no Código Civil.
Contudo, um ponto importantíssimo deve ser observado. O analisado artigo 140 do Código Penal, em seu parágrafo segundo, assim determina: “Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que por sua natureza ou meio empregado, se considerem aviltantes: Pena- detenção de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa, além da pena correspondente à violência. Recebe tal parágrafo a denominação de Injúria Real.
A partir de tal momento é que os fatos ganharam maior alcance. O que até então não passava de um xingamento retorquido com outro xingamento adquire maior expressão. Não estaremos mais no campo das palavras apenas, mas sim de conduta corporal, de contato físico, agressivo, que poderá lesionar ou não, nesta última hipótese correspondendo à contravenção de vias de fato.
Parece evidente que uma cusparada tem o condão de humilhar, ainda mais feita em público (situação até desnecessária para a configuração do delito que fere a honra subjetiva, mas que não deixa de lhe emprestar contorno de maior humilhação). Inobstante tal fato, é pacifico na doutrina e jurisprudência que a contravenção de vias de fato fica absorvida pela injúria real. O questionamento a se fazer então seria: as causas de extinção de punibilidade previstas no parágrafo primeiro são extensivas às hipóteses de injúria real previstas no parágrafo segundo do tipo? Entendemos que sim.
O crime de injúria tem como elemento subjetivo especifico a intenção de ofender. Nas palavras de NUCCI (2015. P. 797): “Em discussões acaloradas, é comum que os participantes profiram injúrias a esmo, sem controle e com intenção de desabafar”. No caso em tela, o casal, ao proferir as ofensas, agia de forma livre e desprovida de tal emoção, pois ao que consta, iniciaram a agressão de forma espontânea, sem serem provocados para tal. O mesmo já não se pode dizer de quem as retorquiu, pois ainda que entendamos absolutamente condenável sua atitude do ponto de vista ético e das relações interpessoais, agiu imbuído pelo calor do acontecimento.
A título de comento, merece referência a teoria de ROXIN (apud SANTOS, 2010, p. 327) sobre os chamados “excessos inconscientes ou conscientes”, onde o agente estaria determinado por afeto astênico de perturbação em conjunto com afeto estênico de ira ou ódio. Tais excessos seriam impuníveis.
Não chegamos a tal ponto. Imaginemos que ao invés de uma cusparada tivesse desferido um empurrão contra um dos seus agressores fazendo com que o mesmo caísse sentado ao solo, sem contudo lhe ocasionar nenhuma lesão. Juridicamente tal situação seria considerada tão vias de fato quanto a cuspida. O mesmo já não poderíamos dizer se tivesse desferido um soco contra um ou ambos os agressores, em tal hipótese deveria responder pelas lesões corporais que lhes causasse, mas a título de excesso.
Em conclusão, entendemos que o instituto da retorsão imediata no delito de injúria é explorado superficialmente pela doutrina, trazendo dúvidas quanto a sua aplicação em casos de maior complexidade, como o que se apresenta neste breve artigo. De nossa parte, não nos furtamos em apresentar posicionamento sobre a possibilidade da extensão da exclusão da punibilidade do delito de injúria, através da retorsão imediata, mesmo na hipótese da conduta praticada através da contravenção de vias de fato, tendo em vista, inclusive, doutrina e jurisprudência reinantes no sentido de que estas são absorvidas pelo crime contra a honra.

REFERÊNCIAS
NUCCI, Guilherme de Souza. Código penal comentado. 15. Ed. Rio de Janeiro: Forense, 2015.
BITENCOURT, Cezar Roberto. Código Penal Comentado. 4. Ed. São Paulo: Saraiva, 2007.
SANTOS, Juarez Cirino dos. Direito Penal – Parte Geral – 4. Ed. Florianópolis: Conceito Editorial, 2010.

Mauro Argachoff – Mestre em Direito Penal pela USP. Professor de Direito. Delegado de Polícia (SP).

Projeto proíbe candidatos sem diploma e pode barrar Lula

O texto, apresentado em março, poderia impedir, por exemplo, a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto.

http://wagnerfrancesco.jusbrasil.com.br/
Publicado por Wagner Francesco
53
Projeto probe candidatos sem diploma e pode barrar Lula
Se aprovada pelo Congresso, uma proposta de emenda à Constituição vai proibir candidatura a quem não tiver ensino superior.
O texto, apresentado em março, poderia impedir, por exemplo, a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto. Devido à sua atuação pública, Lula tem pelo menos 28 títulos de "doutor honoris causa".
Em tese, essa titulação teria o mesmo efeito jurídico que um diploma regular, porém as normas são regulamentadas por cada universidade e a PEC 194/2016 não deixa claro esse ponto.
Apresentada em 15 de março pelo deputado Irajá Abreu (PSD-TO), a proposta foi assinada por 190 deputados, 19 a mais do que o necessário. Irajá é filho da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, aliada da presidente Dilma Rousseff.
O texto é assinado por nove petistas, entre eles os deputados Marco Maia (RS), Pepe Vargas (RS) e Sibá Machado (AC).
Na justificativa, Irajá diz buscar “estabelecer um patamar superior” para os representantes.
De acordo com ele, “a disponibilidade de conhecimentos integrados por uma visão acadêmica pode propiciar com maior efetividade uma visão mais profunda da realidade brasileira”.
O deputado diz ainda que hoje muitos integrantes do Legislativo possuem dificuldade de leitura, “o que impede que os membros atuem de modo efetivo nas suas funções constitucionais”.
O texto abre uma exceção para aqueles sem graduação. Quem já é senador, vereador ou deputado federal, estadual ou distrital e não possui ensino superior poderia se candidatar novamente ao mesmo cargo.

Tramitação da PEC do Diploma

A proposta aguarda apreciação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, que ainda não começou os trabalhos de 2016. Se aprovada a admissibilidade na CCJ, a Câmara cria uma comissão especial para analisar a PEC. O colegiado tem 40 sessões plenárias para votar um parecer. Se for positivo, a proposta vai a plenário.
Lá são necessários três quintos dos deputados, ou seja, 308 votos, para aprovação.
O texto é votado em dois turnos e, se aprovado, segue para o Senado. Lá, a PEC também passa pela Comissão de Justiça e pelo plenário, igualmente em dois turnos.

AS DUAS MOÇAS DA PRAÇA


 


Wagner Di Oliveira - Assuense.
Foto Ilustrativa da Praça São João - Assu foi colhida no: mapio.net

Mau o dia amanhece e lá estão elas de volta ao centro de tudo,
as duas que nunca se foram.


A observar quem passa, são elas as duas moças da praça
Elas que sempre estiveram aqui 

Queimando a ponta da cabeça com o nascer de um novo dia
Para depois se banharem na luz morna que incendeia a madrugada
A luz que nos convida desde sempre para mais um hoje.

Lá estão elas faceiras se espreguiçando entre fendas e rugas
Contorcem-se desejos e sonhos, no ranger da sua história.
Amigas inseparáveis, moças velhas, velhas moças.

Observam pessoas caminharem pela praça,
saltando dos ventres e caindo nos túmulos.
Como golfinhos em um mar de areia
Vitimas do ponteiro do tempo que adverte sua finita existência.

As duas moças da praça...

Uma das tais é donzela prendada, bem penteada, pele lisa, perfume de alfazema.
Imaculada, trata os seus como filhos, e os mima por demasiado, é de seu agrado torna-los peças no museu das esperanças, onde tudo será recompensado no final de tudo. Moça de família nobre vinda dos quatro cantos do mundo, é dona da verdade absoluta e da pureza inquestionável.
O Sol pra te exaltar, queima tuas costas lançando tua sombra sobre a cratera.

A outra delas, diferente da anterior, é puta.
De todos e tantos, seios fartos, lábios carnudos eternamente manchados de batom vermelho da paixão. Muitos já a tiveram em seus braços, muitos te usaram como bem queriam, homens e mulheres, poderosos e pobres, perfumados e podres.
Cabelo assanhado, broche velho com fotos em preto e branco. Solitários corredores rangem em teu peito empoeirado. Apesar de tantos amantes, filhos ela não tem. Mas os que dela se aproximam têm lá, entre esse salto no giro do tempo, um instante da eletricidade ancestral que ilumina os espíritos da terra da poesia.

As duas na praça, vendo quem passa, em tom de desgraça veem tudo passar.
Sentadas no tempo amigas do vento, sem ter um lamento te chamam de lar.

Uma ao lado da outra, sem se encarar, as duas existem como duas partes de um todo,
Sol e lua, fogo e chuva, desejo e razão, sonho e realidade,
metades de um curto caminho que se estreita além da visão.
Como Deus e o Diabo elas disputam seguidores nas praças da vida
Dia após dia.

http://assunapontadalingua.blogspot.com.br/

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Má circulação sanguínea: 10 dicas para prevenir e tratar

Comer fibras e evitar roupas muito apertadas ajuda a combater o problema, que é mais ecorrente no inverno

por Redação
Causada pelo acúmulo de gordura nas paredes das artérias, a má circulação do sangue é mais comum entre as mulheres, especialmente aquelas que estão acima do peso ideal e fazem uso da pílula anticoncepcional habitualmente.
Leia também:
No frio, a situação fica ainda mais complicada, já que as baixas temperaturas provocam a contração das artérias periféricas, dificultando a passagem do sangue. “Pessoas que já apresentam este tipo de problema devem se cuidar mais no inverno e evitar a exposição a baixas temperaturas. No entanto, os cuidados devem ser tomados por todos”, afirma o angiologista Ary Elwing, especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser.

Como melhorar a circulação sanguínea

Segundo o angiologista, algumas medidas básicas podem ajudar a prevenir e até mesmo tratar a má circulação sanguínea. São elas:
1. Vestir roupas confortáveis. Evite peças que comprimam os músculos das pernas e a cintura, bem como sapatos e tênis apertados, que dificultam a circulação do sangue.
2. Comer alimentos ricos em fibras. Eles ajudam na boa digestão, o que evita o aumento da pressão abdominal e a debilitação das paredes das veias, reduzindo, assim, o risco de prisão de ventre, varizes e hemorroidas.
3. Manter as pernas elevadas. Levantar um pouco as pernas enquanto se está sentado ou mantê-las elevadas por alguns minutos ao se deitar na cama ajuda a dar um bom retorno do sangue às veias. Dormir com os pés sobre uma almofada alta, para melhorar o retorno venoso, também é aconselhável          .
4. Fazer exercícios regularmente. Você provavelmente já ouviu falar que praticar exercícios físicos beneficia a circulação sanguínea. Segundo Dr. Ary, isso ocorre porque, quando os músculos são exercitados, eles atuam como “corações secundários”, comprimindo as veias e empurrando o sangue para a parte superior do corpo.
5. Optar por alimentos com gorduras poli-insaturadas. Ao contrário das saturadas, elas reduzem a viscosidade do sangue, aumentando a fluidez da corrente sanguínea. Além disso, esse tipo de lipídio ajuda a regular a pressão arterial, a vasodilatação e a coagulação. Procure reduzir a ingestão de laticínios e carnes bovinas, que contêm gorduras saturadas.
Ficar com os pés elevados, além de relaxar, melhora o retorno do sangue às veias (Crédito: Shutterstock)Ficar com os pés elevados, além de relaxar, melhora o retorno do sangue às veias (Crédito: Shutterstock)
6. Manter-se bem hidratado. Beber entre dois e três litros de água por dia facilita a eliminação de toxinas e melhora a circulação.
7. Evitar o calor excessivo. Ficar exposto a temperaturas muito altas ou durante um longo período prejudica a circulação do sangue, uma vez que os capilares sanguíneos sofrem vasodilatação, provocando cansaço, sensação de peso, inchaço e dor nas extremidades.
8. Fazer massagens relaxantes. A técnica favorece a circulação sanguínea e também melhora a irrigação dos tecidos.
9. Usar meias elásticas. O uso diário de meias elásticas de compressão melhora a circulação sanguínea de retorno, uma vez que ajuda o sangue a subir até o coração.
10. Deixar de fumar. A nicotina contida no cigarro danifica as artérias e favorece o aparecimento de varizes.

Colesterol e circulação sanguínea

“Além de tomar essas medidas, verifique anualmente os níveis de colesterol no sangue, pois o colesterol alto dificulta a passagem de sangue pelas artérias e gera os sintomas de má circulação”, orienta Dr. Ary. “O mais importante é evitar o acúmulo de gordura, optando por uma alimentação saudável”, completa.
http://www.bolsademulher.com/beleza

CERVEJA: 10 INESPERADOS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

Cerveja benefícios para a saúde
cerveja pode realmente ser benéfica para a saúde? É uma bebida muito antiga, cuja preparação remonta às antigas civilizações suméria, egípcia e outras, como uma bebida alcoólica criada a partir da fermentação de cereais. No antigo Egito a cerveja era bebida já desde a infância, pois era considerada um verdadeiroremédio natural.
Às crianças a cerveja dada era aquela de menor gradação alcoólicadiluída em água e mel e era considerada um remédio útil para os recém nascidos quando as mães não os amamentam, naturalmente que com as devidas precauções e, obviamente, as cervejas que encontramos comercializadas hoje são muito diferentes das cervejas naturais que se bebiam no passado longínquo.
Algumas pessoas produzem cerveja artesanal em casa ou têm acesso às cervejas de alta qualidade, com um conteúdo mínimo de aditivos químicos.
A cerveja de hoje mantém alguns dos benefícios que foram atribuídos no passado? Quem, como eu, ama esta bebida deve sempre lembrar da importância da moderação.
Não deveríamos nunca bebermos mais do que 2 ou 3 copos de 250 ml de cerveja por dia, para não exceder a dose de álcool que o nosso corpo pode tolerar. Quem tem a oportunidade de beber uma boa cerveja artesanal de vez em quando - sempre sem exageros - vai se surpreender com o fato de que esta bebida pode realmente trazer benefícios para a saúde.

1. Colesterol bom

De acordo com Eric Rimm, pesquisador de Harvard, as bebidas alcoólicas podem reduzir o risco de ataque cardíaco em 30% e aumentar o bom colesterol. Como resultado, na sua opinião, o álcool, como o da cerveja pode proporcionar benefícios cardiovasculares. Naturalmente, sempre com a devida moderação. Porque de fato, o consumo excessivo de álcool pode causar câncer do fígado, cirrose hepática, hipertensão, aumento da mama e tumores no cólon e na mama.

2. Benefícios para os rins

Um estudo realizado na Finlândia mostrou que a cerveja tem um impacto menos negativo sobre os rins do que outras bebidas alcoólicas. Consumir cerveja pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de pedras nos rins em até 40%. Devemos sempre ter cuidado para não beber álcool em excesso, e de seguir uma dieta saudável e equilibrada.

3. Melhorar a digestão

Cerveja pode ajudar a melhorar a digestão. Em particular, a cerveja preta quecontém cerca de 1 grama de fibra solúvel para cada copo de 300 ml, ao contrário do vinho, o qual não contém qualquer tipo de fibra. A quantidade de fibra presente na cerveja ainda é bastante pequena, mas é bom lembrar a importância das fibras para o trânsito intestinal e digestão.

4. Prevenção de diabetes

Um estudo publicado em 2009 na revista Diabetes Care constatou que o consumo de álcool com moderação pode ajudar na prevenção do diabetes tipo 2 em homens e mulheres. A referência se faz tanto para vinhos, liquores como cervejas. O risco de desenvolver diabetes tipo 2 foi maior nos não-bebedores e naqueles que bebiam álcool em excesso, em comparação com aqueles que bebiam moderadamente.

5. Prevenção à osteoporose

Um estudo recentemente realizado pela Universidade de Cambridge, revelou que a cerveja pode conter um ingrediente secreto adequado a proteger as mulheres contra a osteoporose. A cerveja seria uma fonte de ácido ortosilicico, que favorece o desenvolvimento dos ossos. Os especialistas recomendam, no entanto, para escolher as cervejas menos refinadas e artesanais tanto quanto possível.

6. Melhorar a circulação

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Harokopio, Grécia,beber cerveja pode ser bom para o coração e ajuda a melhorar a circulação sanguínea, especialmente tornando mais flexíveis as artérias. De acordo com ospesquisadores gregos, os benefícios da cerveja na saúde do coração e na circulação, seriam devidos aos princípios antioxidantes presentes na bebida.

7. Fonte de vitamina B

Talvez você não soubesse, mas a cerveja contém vitaminas. É considerada uma fonte de vitamina do grupo B, especialmente a vitamina B6 e vitamina B9, que são importantes na proteção do organismo contra doenças cardiovasculares. Um consumo moderado de cerveja, de acordo com um estudo holandês, pode ajudar a aumentar o teor de vitamina B6 no sangue.

8. Reduzir o risco de Alzheimer

Um estudo recente realizado na Espanha sugere que o teor de silício presente na cerveja pode ajudar a proteger contra possíveis efeitos de deterioração de alumínio no cérebro, que em estudos anteriores, está relacionado ao risco de doença de Alzheimer. O estudo, publicado na revista Food and Chemical Toxicology, sugere que o consumo moderado de cerveja pode ser considerado uma parte normal dos hábitos alimentares da população. Especialistas da Universidade de Alcalá, no entanto, lembram que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser mantido dentro de certos limites, o que pode variar de acordo com o sexo e a idade.

9. Combater a insônia

Beber um copo de cerveja antes de ir para a cama pode ajudar aqueles que sofrem de insônia. A cerveja, diferentemente do vinho, tende a gerar torpor. Por isso, é indicada como um remédio natural para tentar combater a insônia em pessoas que têm dificuldades para dormir. O teor leve do álcool contido na cerveja age como uma leve ação sedativa, enquanto o efeito soporífero da cerveja, seria devido ao lúpulo.

10. Reduz a ansiedade e o estresse

A gente já sabia, mas existe alguma confirmação científica de que a cerveja possa ser útil para quem que sofre de ansiedade e estresse? De acordo com um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá,beber 2 copos de cerveja por dia pode ser um antídoto útil para reduzir a ansiedade e o estresse, especialmente se eles estão relacionados com a sua situação no trabalho. Happy hour vamos nós, mas mais uma vez, e principalmente neste caso, é importante não cair vítima do consumo excessivo de bebidas alcoólicas.
https://www.greenme.com.br


POESIA ASSUENSE:


CANDEEIROS

O cheiro de querosene pairava no ar
Sobrevoando por toda casa
Invadindo meu nariz.
A mesa tomada por candeeiros
Formava uma bela imagem.
Os candeeiros eram abastecidos
Como em um ritual
E levados para cada cômodo da casa
Em procissão de luz no andor.
Do alto das paredes a casa iluminava.
Na madrugada a penumbra dos candeeiros
Formavam sombras animadas.
Pelas paredes da casa
A chama do candeeiro
Brigava com a noite.
A primeira luz do dia
Começa a entrar pelo telhado
Clareando os candeeiros
Que teimavam em arder
A última brasa do pavio
Até que o dia amanhecido
Finalmente apaga todas
As sombras dos candeeiros.

Autor: J. A. Simonetti 
Foto ilustrativa: pt.wikipedia.org
ASSU DESPEDE-SE DA ARTESà
NILDA FERNANDES 
Ivan Pinheiro
        Que lindo!... Maravilhoso!... Fantástico!... Estas eram algumas das expressões que ouvíamos de visitantes quando, após as novenas, subiam os famosos “balões de São João”. Era irresistível. Impossível não olhar para aqueles objetos luminosos, que surgiam do meio da multidão, subiam e desapareciam gradativamente, altaneiros na escuridão, confundindo-se com as estrelas. Eram, sem dúvidas, adornos artificiais no "céu" da noite... Pontos de luzes com destinos finitos rumo ao infinito.

Dona Nilda orientando a subida do balão
       Os “balões de São João Batista” faziam parte da tradição, tanto da festa quanto da família Fernandes. Sua produtora era uma figura humana que viveu sem fama, basicamente, no anonimato. Seu nome não costumava constar no cronograma das festividades.No entanto, quando chegava a sua hora, fazia uma verdadeira festa. Refiro-me a artesã, que também foi funcionária pública municipal, Nilda Fernandes Batista falecida ontem, dia 25 de abril de 2016.
Subida em frente a Matriz
- Foto: Rafael Medeiros
       
       O “balão de Dona Nilda” ostentava beleza e ao mesmo tempo simplicidade.Era confeccionado com papel de seda, papel de embrulho, fita adesiva, farinha de trigo, limão, sal, arame, parafina (que passou a substituir o sebo de boi), saco de pano e fio de algodão. O noiteiro que se prezava esbanjava na quantidade de balões. Cada um com frases alusivas ao Santo Padroeiro.

       Nilda Fernandes abonava a tradição familiar que teve início com o tio do seu pai, José Leão, que além de confeccionar balões foi um dos importantes santeiro do Estado. Após a sua morte, seu pai Manoel Fernandes Vieira popularmente conhecido pela alcunha de “Manoel Belo” ficou produzindo os balões em companhia de Moacir Wanderley.

       Sua mãe, Maria Soledade Vieira - “Dona Dadinha” e seu irmão “Nelson Belo” deram seguimento a confecção dos balões após o falecimento de seu pai “Manoel Belo”. Era quase impossível conviver com artistas e não se transformar num deles. Nilda foi absorvendo o trabalho lentamente como auxiliar e aos poucos foi tomando gosto pela atividade até que abraçou, definitivamente, a profissão.

Balão iluminando a escuridão 
- Foto: Luis Neto
       “Com balão é preciso muito jeito e agrado para ele não queimar na subida; depois, o candeeiro de parafina vai queimando, queimando... até desaparecer no céu. Quando a parafina queima, a tocha vai se apagando e o balão desce suave do jeito que subiu... Nunca houve notícia de incêndio, nem no período de seca, provocado por um balão saído aqui da festa de São João.”Relatava, com orgulho, Dona Nilda. 
   Ficarão guardadas nas memórias daqueles que acompanharam as festividades de São João Batista, em Assu, o surgimento daqueles objetos luminosos perdendo-se na escuridão da noite.  

      Era no seio do seu lar onde Nilda desenvolvia suas habilidades na confecção de balões e peças de roupas em crochê. Pelo seu talento e profissionalismo deixou seu nome carimbado na história cultural do Assu.

       Dona Nilda Fernandes Batista - a artesã - era gente da gente. Cenário Humano do Assu. Uma assuense que soube valorizar e honrar a sua terra natal. Portanto, merecedora do reconhecimento da população e do poder público. 
Meus pêsames a todos os seus familiares.
Foto de Dona Nilda (preto e branco): Jornal O Reboliço.
George Soares homenageia 50 anos do Lions Clube de Assu na Assembleia Legislativa
O deputado estadual George Soares (PR) apresentou, nesta terça-feira (26), moção de congratulações ao senhor Ozório Manso, empresário e presidente do Lions Clube do Assu pelas comemorações alusivas aos 50 anos da instituição no município.

O Lions Club é uma entidade de ajudas humanitárias, presente há quase um século no estado do Rio Grande do Norte. “É uma honra fazer parte do Lions do Assu como membro de uma entidade que tem por maior objetivo, ajudar as pessoas, assim como nosso mandato.” Justificou o deputado George, na moção apresentada no plenário da Assembleia Legislativa do RN.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Oito ministérios que podem acabar caso Temer assuma a presidência

26/04/201616h00

do BOL
Apesar da sua torcida, ninguém sabe se a Dilma vai sair ou continuar no cargo. Caso o vice-presidente Michel Temer assuma o trono, alguns ministérios podem ser extintos ou incorporados a outros. Veja quais seriam as mudanças.
 

Reprodução/blackwomenofbrazil
Reprodução/blackwomenofbrazil

1

Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos

Recentemente unificado por Dilma, deixaria de existir, e as pastas passariam a ser subordinadas ao ministério da Justiça
Reprodução/Correio do Pantanal
Reprodução/Correio do Pantanal

2

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Criado para implantar a reforma agrária, se uniria ao ministério do Desenvolvimento Social, atualmente responsável pelas políticas de segurança alimentar e nutricional e de programas de transferência de renda, como o Fome Zero. Também se cogita a união ao ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Reprodução/Timeout
Reprodução/Timeout

3

Ministério da Cultura

Passaria a fazer parte do atual Ministério da Educação, como era entra 1953 e 1985
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

4

Ministério das Comunicações

Tem a atribuição de regular serviços de rádio, televisão, correios e inclusão digital. Pode se unir à Secretaria de Comunicação Social, que engloba a publicidade do governo, assessoria de imprensa e o porta-voz do governo
Reprodução/Evan Transportation
Reprodução/Evan Transportation

5

Ministério dos Transportes

Passaria a integrar o ministério da Infraestrutura, a ser criado. Esta pasta já existiu durante o governo Collor, integrando também Minas e Energia
Reprodução/Taxindiaonline
Reprodução/Taxindiaonline

6

Secretaria de Portos

Passaria a integrar o novo Ministério da Infraestrutura
Reprodução/weknowyourdreamz
Reprodução/weknowyourdreamz

7

Secretaria de Aviação Civil

Passaria a integrar o Ministério da Infraestrutura
Reprodução/mette ingvartsen
Reprodução/mette ingvartsen

8

Ministério das Cidades

Criado em 2003 para combater as desigualdades sociais, passaria a fazer parte do ministério da Integração Nacional, dedicado a políticas de
Leia mais em: http://zip.net/bktchR