segunda-feira, 29 de junho de 2020

CORDEL: DEVOLVAM MEU SÃO JOÃO
Diga não ao enlatado,
Tem muita pornografia
Não gosto de porcaria
Sou mais o lindo xaxado
Povo bom desmantelado,
Viva Elino Julião
É potiguar do sertão,
Música boa e atual
Pois tornou-se atemporal,
Devolvam meu são João.
Deixe 'forró' anulado
Para o restante do ano
Assim digo e não me engano
Do Nordeste é meu estado
Sou um matuto arretado
Junho, viva meu torrão
Tem nosso rei Gonzagão,
Zabumbeiro e sanfoneiro
A voz de Alcimar Monteiro,
Devolvam meu São João.
Não troco forrobodó,
Por pegação e 'sofrença'
Isso é mesmo uma doença,
Deixe de lado Teló
Eu prefiro o meu forró,
Pois tem xaxado e baião
A bela Elba e Assisão,
Nossa gente Marinês
É cultura com vocês,
Devolvam meu São João.
Escuto Trio Nordestino,
O grande Nando Cordel
Um legado que é fiel,
Dominguinhos paladino
Nas 'oiça' desde menino,
Não o forró depravação
É uma falsa inversão,
Isso é lixo, bagaceira
Pois é música passageira,
Devolvam meu São João.
Nesse belo mês junino
Bote lenha na fogueira
Pra dançar a noite inteira
Prove que é um nordestino
Forró falso é clandestino
E viva o nosso sertão
Coisa boa é tradição
Waldonys e Flávio José
Os dois aplaudo de pé
Devolvam meu São João.
Esqueça esse Xandy, o tal,
Sou mais legado junino
Meu torrão Pedavelino,
Forró tradicional
Pé-de-serra é mais legal,
Marília é ostentação
Não escute Safadão,
Quero pra minha cidade
A cultura de verdade,
Devolvam meu São João.
Fico triste e desolado
Com o sertanejo atual
Eu não acho isso normal,
Hoje tudo tá mudado
Se perdeu o rebolado,
Rita de Cássia é canção
Ela defende o sertão,
É cantora de primeira
letra pura e verdadeira,
Devolvam o meu São João.
Temos Luan Oliveira,
Mestre Tatá Sanfoneiro
Pedro Rosa forrozeiro,
Também Eugênio Ferreira
Defendem nossa bandeira,
Raimundo Flor meu rincão
Pedro Paulo é região,
Galego e João de Tatá
Temos Jair e Geová
Defendem meu São João.
Marcos Calaça é poeta regionalista.
Essa foto é dos meus quatro filhos quando crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alba Fonseca de Sá Leitão

Morreu Alba Leitão. Hoje. Desaparece   com ela uma época. Alba Leitão personificou o glamour, em Assu, por muitos anos.   Ela foi ...