FERNANDO CALDAS - SOBRE TUDO

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Ó vida! Os teus milagres nem
sempre são doçura, mas
não me dês tanto, tanto!
Não me dês tanto, tanto,
tanta amargura!

Caldas, poeta do Assu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

  Nas Asas da Vida Poema perdido no jardim Eu só queria mãos que me ajudassem arrumar jardins eu só queria braços que me protegessem eu só q...